EPMi amplia difusão do Cadastro Estadual de Museus em todo o Estado

Inscrições para o EPMi Noroeste, realizado nos dias 26 e 27 de junho, no Sesc Birigui, vão até o dia 19

Criado para auxiliar os museus paulistas a se tornarem qualificados e capacitados para atuar no cumprimento de suas missões como instituições de memória a serviço da sociedade, hoje, o Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP) é a principal ferramenta de trabalho do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

O Encontro Paulista de Museus itinerante (EPMi), por sua proximidade com os agentes locais e por oferecer uma oficina gratuita sobre o CEM-SP é mais uma oportunidade de contato e de incentivo para aqueles que ainda não deram início ao seu processo cadastral. Além disso, o evento tem como base de sua programação eixos orientadores do Cadastro, como gestão, governança, segurança e infraestrutura em museus.

Para o Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP (GTC SISEM-SP), um dos principais objetivos do EPMi é levar para diferentes regiões do estado atividades que visam a qualificação de temas relacionados ao CEM-SP. “A itinerância dos encontros propicia aos museus mais distantes da capital e a todas as instituições, independente de seu porte e tipologia, a possibilidade de ter acesso às orientações proporcionadas pelo CEM-SP e colocá-las em prática dentro de sua realidade local”, pondera o diretor do GTC SISEM-SP, Davidson Kaseker.

CEM-SP hoje

Levantamento do SISEM-SP aponta que, das 415 instituições museológicas mapeadas no estado de São Paulo, em 2010, 158 instituições aderiram ao Cadastro até maio deste ano, o que equivale a 38% do total. Dessas 158 instituições, 143 iniciaram o preencimento do Instrumento de Quafilicação Básico, o que corresponde a 90,5% das instituições. “Estamos otimistas com esse crescimento gradativo das adesões e nossa expectativa é que esse volume aumente cada vez mais conforme a realização dos próximos encontros itinerantes”, comenta Kaseker.

Atualmente, a plataforma ADA, que gerencia o banco de dados do CEM-SP, conta com 1.003 usuários cadastrados. São usuários aqueles que fizeram login para inserir instituições museológicas no CEM-SP e também os profissionais e pesquisadores que se inscrevem nas ações do SISEM-SP. “Este é um subproduto da nossa ação. Com a intermediação da plataforma digital, sabemos que o Estado conta com mais de mil profissionais atuantes na área de museus, o que nos permite estimar a dimensão de sua cadeia produtiva na perspectiva da economia criativa”, complementa Kaseker. Quem criou um perfil na plataforma tem suas informações salvas para se inscrever nas ações do SISEM-SP, como o EPMi. Por isso, é importante que se mantenha o máximo possível das suas informações atualizadas.

Ao aderir ao CEM-SP, dentre outros benefícios, como ter a sua qualificação reconhecida e acesso diferenciado a fontes de financiamento público por meio de editais, a instituição recebe como contrapartida uma visita técnica e um conjunto de relatórios analíticos que têm por objetivo oferecer orientações para a estruturação técnica e gestão institucional destes equipamentos culturais.

Até o momento, foram emitidos pelo GTC SISEM-SP 62 pareceres básicos, o que significa que esse número de instituições museológicas já passou por uma visita técnica de aferição e tiveram relatórios técnico e situacional elaborados.

Até o momento, o Conselho de Orientação do SISEM-SP (COSISEM-SP) emitiu 58 pareceres, ou seja, 58 museus já tiveram seu processo cadastral básico encerrado e, consequentemente, toda a documentação como relatórios e pareceres foram disponibilizados para os gestores desses museus.

Ribeirão Preto e Campinas já receberam o EPMi, que terá sua próxima edição realizada no Sesc de Birigui (EPMi Noroeste), nos dias 26 e 27 de junho. Os interessados em participar do encontro e das oficinas, cuja inscrição é distinta, têm até as 17h do dia 19 de junho para se inscrever, por meio da plataforma digital (https://cem.sisemsp.org.br). Saiba mais sobre o sistema de inscrição https://www.sisemsp.org.br/conheca-o-novo-sistema-de-inscricao-para-as-atividades-do-sisem-sp/.

Bauru (EPMi Oeste), Sorocaba (EPMi Sudoeste) e São José dos Campos (EPMi Vale do Paraíba e Litoral) também sediarão o evento neste ano, realizado em parceria com a ACAM Portinari, e igualmente também receberão oficinas de capacitação e debates relacionados ao CEM-SP.

SERVIÇO

Encontro Paulista de Museus itinerante Noroeste (EPMi Noroeste)

Quando: 26 e 27 de junho

Onde: SESC Birigui

Endereço: Rua Manoel Domingos Ventura, 121 – Vila Xavier – Birigui/SP

Inscrições: www.cem.sisemsp.org.br

Realização: SISEM-SP e ACAM Portinari

Fonte: SISEM-SP