Site do SISEM-SP dobra quantidade de visitas em um ano

Foram quase 99 mil acessos em 2018; dados relativos às redes sociais também mostraram avanço

Os números do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, na internet dobraram em um ano. Em 2018, o site www.sisemsp.org.br registrou exatos 98.993 acessos – quantidade 103% superior às 48.694 visitações realizadas dois anos atrás. Os dados são da ferramenta Google Analytics.

Tradicionalmente, o mês no qual é realizado o Encontro Paulista de Museus (EPM) é o que contabiliza o maior número de acessos à página do SISEM-SP. Em 2018, não foi diferente: foram 12,5 mil visualizações no mês de realização do evento, duas vezes mais que as 6,6 mil em 2017.

Outro registro importante que mostra a consolidação do portal do SISEM-SP é o número de downloads dos arquivos das publicações presentes no site. Em 2017, foram realizados 702, dado que saltou para 2.040 no ano passado, quase três vezes mais. Destaque também para o avanço no percentual de novos usuários do site, que passou de 66,9% em 2017 para 77% em 2018.

Entre as razões que favoreceram o crescimento no número de acessos estão a maior fidelização de usuários; mudanças estruturais e adequações que tornaram o site mais responsivo em smartphones; e a adoção de uma dinâmica de renovação periódica de notícias, que auxiliou o portal a se consolidar como referência on-line de conteúdo da área museológica.

Redes sociais

Todas as redes sociais do SISEM-SP também tiveram aumento na quantidade de visitações. A página do Facebook, por exemplo, fechou 2018 com 9.241 curtidas, 21,4% a mais que as 7.612 de dois anos atrás.

Já os tweets do SISEM-SP foram vistos 13 mil vezes ano passado, quantidade 3,5 vezes superior às 3,6 mil visualizações de 2017.

Destaque ainda para as visualizações no YouTube, que quase triplicaram, passando de 3,9 mil para 10,8 mil. “Um dos compromissos do SISEM-SP é ser referência em políticas públicas para museus no País. Os números crescentes comprovam que, também na internet, estamos cumprindo com esse objetivo”, observa o diretor do Grupo Técnico de Coordenação (GTC) do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

Fonte: SISEMS-SP