SISEM realiza encontro para tirar dúvidas sobre os editais do ProAC para museus

Capacitação será na sede da Secretaria de Estado da Cultura e é gratuita; datas de envio de planos para os editais de museus do Programa de Ação Cultural foram estendidas até os dias 14 e 17/9
 
No dia 29 de agosto (quarta-feira), o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e a Unidade de Fomento, Difusão e Produção Cultural, instâncias ligadas à Secretaria de Estado da Cultura, realizam um encontro para tirar dúvidas relativas à elaboração de projetos para concorrer aos editais do Programa de Ação Cultural (ProAC) na área de museus. 
 
A capacitação é gratuita – aberta aos profissionais de cultura e interessados – e acontecerá no auditório da Secretaria de Estado da Cultura, das 16h às 18h. Para participar não é necessário realizar inscrição. A responsável pelo treinamento será a diretora do ProAC editais, Antonieta Dertkigiel, que trabalhará juntamente com a equipe do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP. 
 
As datas de recebimento dos projetos vinculados à difusão e preservação de acervos museológicos foram estendidas até 14/9 e 17/9, respectivamente.
 
ProAC
 
Neste ano, a Secretaria de Estado da Cultura lançou dois editais para a área de museus.   Ao todo, o investimento para o segmento é de R$ 550 mil, que serão distribuídos entre 8 projetos. Os projetos para o primeiro edital, específico para Difusão de Acervos Museológicos, devem abordar uma ou mais das seguintes atividades: produção de exposição temporária, itinerância, catálogo de exposição ou acervo, produção e confecção de material educativo e ação educativa. Cinco serão selecionados e contemplados com R$ 50 mil cada um. Como contrapartida, os escolhidos deverão prever a realização de atividades de capacitação profissional no interior e litoral do Estado, com temas relacionados ao projeto. As inscrições devem ser feitas até o dia 14 de setembro.
 
Já o edital de Preservação de Acervos Museológicos, que recebe inscrições até o dia 17 de setembro, contemplará três projetos de produção e execução de tratamento técnico, conservação ou documentação de acervo museológico. Cada um dos selecionados receberá R$ 100 mil para a concretização do trabalho. Como contrapartida, eles deverão executar ações de divulgação das atividades realizadas no acervo, tais como palestras, seminários e oficinas.   Os critérios de avaliação incluem a relevância do acervo, a qualificação dos profissionais envolvidos no projeto, as diversidades temática e estética, o interesse público, entre outros.
 
Os dois editais estão disponíveis no site da Secretaria de Estado da Cultura (www.cultura.sp.gov.br).