SISEM-SP e MIS-SP apresentam o trabalho da fotógrafa Nati Canto em Ribeirão Preto

2
Foto: Divulgação

Em ‘A Neve, O Sal, A Chuva – Lembranças Particulares e Coletivas’, a artista utiliza uma câmera digital e uma lente feita por ela mesma; abertura é 3/10, às 20h, no Marp

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância ligada à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Ribeirão Preto e o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), promove a exposição “A Neve, O Sal, A Chuva – Lembranças Particulares e Coletivas”. A abertura oficial acontece em 3 de outubro (sexta-feira), a partir das 20h, no Museu de Arte de Ribeirão Preto Manuel Gismondi (Marp).

Na mostra, a fotógrafa Nati Canto utiliza uma câmera digital e uma lente feita por ela mesma, a partir de um desentupidor de pia caseiro. Nessa construção artesanal, a artista teve pouco controle dos ruídos e acidentes sofridos pela a imagem. Dessa maneira, os contornos imprecisos estabelecem o limite do que está fora do alcance visual e direcionam o espectador para a hiperpercepção do que é excluído pelo olhar, do que não é visto e, portanto, não é utilizado para definir o que pode ser enxergado.

Com entrada gratuita, a visitação acontece de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; e nos sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h. O Marp está localizado na Rua Barão do Amazonas, nº323, no Centro. Outras informações pelos telefones (16) 3635-2421/3941-0089 ou no site www.sisemsp.org.br.

Serviço:
“A Neve, O Sal, A Chuva – Lembranças Particulares e Coletivas”
Abertura: 3/10/2014, às 20h
Período: de 4/10 a 26/10/2014
Local: Museu de Arte de Ribeirão Preto Manuel Gismondi (Rua Barão do Amazonas, nº323, Centro – Ribeirão Preto/SP)
Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h
Informações: (16) 3635-2421/3941-0089
Entrada: gratuita