Salto sedia a exposição “Lugares da Memória. Resistência e repressão em São Paulo”

Sacchetta - Portal do Presídio Tiradentes 25out1985 foto Luis FrançaSacchetta – Portal do Presídio Tiradentes, 25out1985 [foto Luis França]

O Memorial da Resistência de São Paulo e o Sistema Estadual de Museus – SISEM, instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresentam, no Museu da Cidade de Salto “Ettore Liberalesso” (Salto, SP) a exposição Lugares da Memória. Resistência e repressão em São Paulo (29 de maio de 2015 a 29 de agosto de 2015).

O Memorial da Resistência de São Paulo e o Sistema Estadual de Museus – Sisem, instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresentam, no Museu da Cidade de Salto “Ettore Liberalesso” (Salto, SP) a exposição Lugares da Memória. Resistência e repressão em São Paulo (29 de maio de 2015 a 29 de agosto de 2015).
Concebida pelo Memorial da Resistência para itinerar em cidades do interior e do litoral, a mostra é parte do Programa Lugares da Memória e tem como objetivo envolver os distintos atores sociais da cidade para a construção coletiva do conhecimento sobre os lugares de memória da resistência e da repressão políticas do estado de São Paulo. Para isso, desenvolverá diversas ações, tais como pesquisa e inventário sobre esses lugares, coleta de testemunhos, ação educativa e ação cultural.

A exposição conta com 12 painéis que apresentam 14 lugares da Memória da cidade de São Paulo por meio de textos, fotos, documentos do Fundo Deops/SP, além de painéis sobre alguns lugares da memória da cidade de Salto e região.

Esta exposição é uma realização do Memorial Resistência de São Paulo e do Programa de Apoio às Ações do SISEM – Sistema Estadual de Museus, com a parceria do Museu da Cidade de Salto “Ettore Liberalesso”, que tem trabalhado justamente no sentido de se articular institucionalmente como forma de ampliar e consolidar suas ações museológicas.

Vinculado à Prefeitura da Estância Turística de Salto, através da Secretaria de Cultura, o Museu da Cidade de Salto vem sendo transformado em um espaço cultural transversal, e sua dinâmica com forte participação social se coaduna estreitamente com os objetivos da exposição: colaborar na construção da memória política do nosso passado recente por meio da participação das comunidades.
Concebida pelo Memorial da Resistência para itinerar em cidades do interior e do litoral, a mostra é parte do Programa Lugares da Memória e tem como objetivo envolver os distintos atores sociais da cidade para a construção coletiva do conhecimento sobre os lugares de memória da resistência e da repressão políticas do estado de São Paulo. Para isso, desenvolverá diversas ações, tais como pesquisa e inventário sobre esses lugares, coleta de testemunhos, ação educativa e ação cultural.

A exposição conta com 12 painéis que apresentam 14 lugares da Memória da cidade de São Paulo por meio de textos, fotos, documentos do Fundo Deops/SP, além de painéis sobre alguns lugares da memória da cidade de Salto e região.

Esta exposição é uma realização do Memorial Resistência de São Paulo e do Programa de Apoio às Ações do SISEM – Sistema Estadual de Museus, com a parceria do Museu da Cidade de Salto “Ettore Liberalesso”, que tem trabalhado justamente no sentido de se articular institucionalmente como forma de ampliar e consolidar suas ações museológicas.

Vinculado à Prefeitura da Estância Turística de Salto, através da Secretaria de Cultura, o Museu da Cidade de Salto vem sendo transformado em um espaço cultural transversal, e sua dinâmica com forte participação social se coaduna estreitamente com os objetivos da exposição: colaborar na construção da memória política do nosso passado recente por meio da participação das comunidades.

LM SALTO conv1

Fonte: Memorial da Resistência