Ouroeste sedia exposição sobre índios do Xingu

 

“Cores do Xingu” pode ser vista gratuitamente a partir do dia 5/8 e proporciona ao público contato com as causas indígenas por meio de fotografias e sons 
 
A partir do dia 5 de agosto, o Centro Comunitário de Ouroeste recebe uma exposição sobre o cotidiano dos índios do norte do Mato Grosso. A mostra “Cores do Xingu”, produzida pelo Museu Índia Vanuíre (Tupã), apresenta a cultura, os ritos e as tradições dos povos daquela região. A itinerância é feita pela Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Sistema Estadual de Museus, em parceria com a ACAM Portinari e a prefeitura. 
 
As imagens foram produzidas pela fotógrafa Bárbara Avelino e têm como objetivo promover uma reflexão sobre a questão indígena no Brasil. O público pode conhecer e viajar pelo Xingu com os painéis fotográficos e, para ficar ainda mais próxima da realidade, a exposição é complementada por trilha sonora representando sons da floresta. 
 
A finalidade do trabalho é promover um diálogo, colocando a beleza e a realidade xinguana em evidência através da plasticidade da imagem fotográfica e audiovisual.
 
O público pode conferir as “Cores do Xingu” até dia 27 de agosto, no Centro Comunitário de Ouroeste (rua Judith Rocha do Nascimento, n° 1.557 – Centro), de terça à sexta, das 9h às 11h e das 13h às 16h; domingos das 13h às 16h e das 19h às 22h. O telefone para informação é (17) 3843-1677.
 
O Xingu
 
Situado ao norte do Estado de Mato Grosso, seu território abriga mais de uma dezena de etnias indígenas. É uma das regiões mais emblemáticas do país, exemplo mundial de preservação da natureza, diversidade cultural e fragilidade frente ao sistema.
 
Serviço
Exposição “Cores do Xingu”
Abertura: 4/8, às 20h
Período: de 5 a 27/8/212
Local: CCO – Centro Comunitário de Ouroeste (rua Judith Rocha do Nascimento, n° 1.557 – Centro – Ouroeste/SP) 
Horário: de terça à sexta, das 9h às 11h e das 13h às 16h; domingos das 13h às 16h e das 19h às 22h 
Informações: (17) 3843.1677 
Entrada: gratuita