Museu Afro Brasil realiza palestra Paleografia: normatização e prática

Atividade on-line é gratuita, com inscrições no site do SISEM-SP

Estão abertas as inscrições gratuitas para a palestra “Paleografia: normatização e prática”, que será realizada de forma on-line, em 14 de dezembro, às 17h, no canal do Museu Afro Brasil no Youtube. Os interessados em participar podem fazer sua inscrição até as 16h do dia 11/12, no link https://cem.sisemsp.org.br/.  Para se inscrever, é preciso estar logado no site, ou seja, ter um perfil na Plataforma ADA. Veja o tutorial sobre como fazer o perfil de usuário clicando aqui.

Realizada pelo Museu Afro Brasil em parceria com o Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, a palestra será ministrada por Dalton Delfini Maziero, coordenador do Núcleo de Documentação e Arquivo do Museu Afro Brasil, que discutirá a técnica paleográfica de um ponto de vista utilitário e pragmático, explorando a elaboração de uma normatização adequada e sua aplicação em manuscritos do século XIX. Durante a atividade, os manuscritos com temática afro-brasileira do acervo do Museu Afro Brasil serão utilizados como objeto de análise.

“A palestra será uma atividade técnica de procedimentos paleográficos que utilizamos em nosso acervo. Vou falar da importância de se estabelecer uma ‘normatização paleográfica’ e mostrar 26 diretrizes aplicadas em manuscritos do século XIX. Para cada um dos 26 exemplos, mostrarei trechos de manuscritos originais e como fica sua transcrição, uma vez aplicada a normatização”, diz Maziero.

Dalton Delfini Maziero

Formado em História pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica) com pós-graduação em Arqueologia pela UNISA-SP (Universidade de Santo Amaro). Técnico em Organização de Arquivos Históricos pelo IEB-USP e Museologia pela ETEC-SP. Foi bolsista em Iniciação Científica e Aperfeiçoamento científico pela CAPES. É escritor pela editora Clube de Autores com várias obras publicadas e coordenador de sites nas áreas de arqueologia e história. É colunista do jornal “Página 3”, da cidade de Balneário Camboriú – SC. Atua como pesquisador nas seguintes temáticas: arqueologia pré-colombiana e história da pirataria marítima. Como Técnico em Documentação Histórica, trabalhou na organização de arquivos históricos e intermediários, em empresas como GIFE, Fundação Bienal de São Paulo e Museu Afro Brasil, onde atualmente é Coordenador do núcleo de Documentação e Arquivo.

SERVIÇO

Palestra “Paleografia: normatização e prática”

Dia 14 de dezembro, às 17h

Transmissão: Canal do Museu Afro Brasil no Youtube

Inscrição: até as 16h do dia 11/12, no link https://cem.sisemsp.org.br/

Gratuito

Fonte: Museu Afro Brasil