Memorial da Resistência e SISEM-SP apresentam mostra em Ribeirão Preto (SP)

75 anos do Centro Academico XI de Agosto. Lgo. S.Francisco 1978 Acervo Iconographia
Foto: Divulgação

Montagem acontece na Casa da Cultura e reúne lugares que marcaram a memória ao serviram de cenário político durante a ditadura na década de 1960; a entrada é gratuita

Chega a Ribeirão Preto a exposição “Lugares da Memória. Resistência e repressão em São Paulo”. A mostra, que é uma realização do Memorial da Resistência de São Paulo, Associação Pinacoteca Arte e Cultura e do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância Ligada à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, com a parceria da prefeitura e do Museu de Arte e do Museu da Imagem e do Som de Ribeirão Preto, entra em cartaz a partir de 14 de agosto (quinta-feira), na Casa da Cultura Galeria Leonello Berti.

A exposição reúne fotografias, matérias de jornais e documentos produzidos e acumulados pela Delegacia Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops/SP) sobre alguns lugares da cidade de São Paulo que testemunharam manifestações de repressão e de resistência política a partir dos anos 1960. Entre os marcos estão a Praça e a Catedral da Sé, a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, o teatro Tuca da Universidade Católica de São Paulo, o Instituto Israelita Brasileiro, entre outros.

Informações preliminares sobre alguns pontos de Ribeirão Preto, como a sede da União Geral dos Trabalhadores, o Lar Santana e o Quartel da Força Pública, também são apresentados no material que integra o Programa Lugares da Memória. O projeto busca construir coletivamente a memória da resistência e da repressão políticas do Estado de São Paulo.

Para complementar, serão oferecidas visitas educativas agendadas de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h, ou por meio dos telefones (16) 3635-2421 e 3941-0089. Outro destaque será um encontro com educadores para mostrar e dialogar sobre o contexto histórico da ditadura civil-militar, dos conceitos de resistência e repressão política e lugares de memória, trazendo para a atualidade tais questões e manifestações. A atividade será em 6 de setembro (sábado), a partir das 10h.

Nos dias 12/9 e 11/10, as “Oficinas da Memória I e II”, voltadas para ex-presos e perseguidos políticos, lideranças de bairro, estudantes, professores, ONGs, promoverão um inventário dos lugares de memória de Ribeirão Preto. Durante os encontros também serão estimuladas as iniciativas de projetos a serem protagonizados pela comunidade local em torno do tema da resistência e repressão ocorridos durante os regimes ditatoriais brasileiros.

Sistema Estadual de Museus

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) congrega e articula os museus do Estado de São Paulo, com o objetivo de promover a qualificação e o fortalecimento institucional em favor da preservação, pesquisa e difusão do acervo museológico paulista. Em mapeamento realizado em 2010, foram listadas 415 instituições museológicas, públicas e privadas, em 190 municípios paulistas. O SISEM-SP se estrutura em torno das premissas de parceria e responsabilidade compartilhada, em que as ações previstas para cada região são concebidas levando-se em conta o contexto, as demandas e as potencialidades locais. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo (UPPM/SEC), tendo como instância organizacional o Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC SISEM-SP). Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br

Serviço:
Exposição Temporária “Lugares da Memória. Resistência e repressão em São Paulo”
Período: 14/8 a 18/10/2014
Local: Casa da Cultura de Ribeirão Preto – Galeria Leonello Berti (Praça Alto do São Bento, s/ n° – Ribeirão preto/SP)
Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados das 12h às 18h
Informações: (16) 3636 1206 ou mis@cultura.pmrp.com.br
Entrada: gratuita

Oficina de Memória I e II
Data: 12/9 e 11/10/2014
Local: Oficina Cultural Cândido Portinari (Rua Visconde de Inhaúma, 490 – 1º andar – Centro – Ribeirão Preto/SP)
Horário: das 9h às 12h30 e das 14h às 17h; e das 10h às 13h30 (respectivamente)