MCB e SISEM-SP levam a Taubaté exposição sobre patrimônio escolar paulista

lowres 100 1 EE Dr Lopes Chaves 010 MG 3343

A partir de 19 de março, a cidade de Taubaté receberá um recorte da exposição “Patrimônio escolar: uma saga republicana”. A itinerância no Museu histórico, folclórico e pedagógico Monteiro Lobato acontece a partir da parceria entre o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, e o SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus), por meio da qual são levados a cidades paulistas conteúdos importantes já mostrados anteriormente no espaço expositivo do MCB.

“Patrimônio escolar” é fruto da pesquisa elaborada para o quarto volume da coleção Patrimônio Paulista, que registra os bens culturais do estado de São Paulo tombados pelo Condephaat – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico. A exposição, que reúne textos da escritora e cientista social Margarida Cintra Gordinho e fotografias de Iatã Cannabrava, Malu Teodoro e Vinícius Assencio, adota um recorte justificado pela expressividade das edificações escolares construídas em São Paulo entre 1890 e 1930, período da Primeira República. Cada imóvel individualmente possui relevância própria, mas no conjunto fica evidente também o registro de um período importante da política educacional paulista, alvo de numerosos e importantes estudos acadêmicos.

No livro homônimo à mostra, editado pela Editora Terceiro Nome, são apresentadas as 126 “escolas republicanas” construídas na capital e no interior do estado de São Paulo entre o final do Império e o início da Era Vargas e tombadas pelo Condephaat.

Iniciada em 2010, a coleção Patrimônio Paulista formata um importante inventário dos bens tombados até hoje pelo Condephaat. “Com isso, destaca-se a importância da preservação deste acervo como memória viva de nossa história, fomentando a cidadania e incentivando os moradores sobre o compromisso coletivo necessário para a construção, reconhecimento e preservação do patrimônio comum”, conclui Giancarlo Latorraca, diretor técnico do MCB.

Sobre a Coleção Patrimônio Paulista
Das paisagens que cobriam o território paulistano na época do descobrimento às casas bandeiristas, às escolas e às construções típicas da chamada moderna arquitetura brasileira, a coleção Patrimônio Paulista registra os bens culturais do estado tombados pelo Condephaat.

O primeiro volume da coleção, “Patrimônio da metrópole paulistana”, foi lançado em dezembro de 2010 e registra os bens tombados na região metropolitana de São Paulo. O segundo volume, “Litoral e Vale do Paraíba”, lançado em dezembro de 2012, trata dos bens da região litorânea do Estado e do Vale do Paraíba. O terceiro e o quarto volumes da coleção foram lançados simultaneamente em 2013: “A caminho do Oeste” e “Patrimônio Escolar”. Todos os quatro volumes da coleção, com edição da Editora Terceiro Nome, têm textos da escritora e cientista social Margarida Cintra Gordinho e imagens registradas pela equipe coordenada pelo fotógrafo Iatã Cannabrava.

Sobre o Sistema Estadual de Museus
O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado buscando promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) da Secretaria de Estado da Cultura e atualmente engloba cerca de 415 instituições, públicas e privadas, de 190 municípios. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as próprias instituições e seus acervos. Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br

Patrimônio escolar: uma saga republicana
Abertura: 19 de março
Visitação: até 10 de maio

Local: Museu histórico, folclórico e pedagógico Monteiro Lobato
Av. Monteiro Lobato, s/n | Chácara do Visconde, Taubaté
Terça a Domingo, das 9h às 17h