Inscrições abertas para o IV Encontro de Museus-casas literários: museu e (in)visibilidade

Em sua quarta edição, o “Encontro de museus-casas literários: museu e (in)visibilidade”, realizado nos dias 5 e 6 de julho, em São Paulo, buscará explorar o tema da visibilidade em relação a diversos aspectos do museu: primeiramente, a própria maneira como a instituição se dá a ver no contexto cultural em que se insere; em seguida, os modos de aproveitamento da parte do acervo que permanece oculta aos visitantes, além dass possibilidades de presentificação do patrimônio imaterial envolvido no âmbito do museu como agente de preservação e construção de memória.

O Encontro visa a participação de instituições com perfil de museu-casa que podem ser distinguidos como espaços focados em literatura, em âmbito nacional. Seu objetivo fundamental é promover a troca de experiências entre instituições fundamentalmente relacionadas a personalidades da literatura, por meio de profissionais a elas ligados ou cujo campo de estudos se associe a tal segmento.

É destinado a profissionais e estudantes das áreas de museologia, arquivologia, biblioteconomia, letras (línguas, literatura, teoria literária e tradução), artes plásticas, artes cênicas, história, sociologia, turismo e afins, bem como a representantes da comunidade acadêmica e de instituições públicas e, de modo geral, a interessados em museus e cultura.

São oferecidas 80 vagas, com inscrições gratuitas até o dia 5 de julho. Para realizar sua inscrição, clique aqui.

Confira a programação dos dois dias de evento e os locais de cada atividade.

5 de julho, sexta-feira, das 18h às 21h

Local: Casa Mário de Andrade

Endereço: Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda, SP

18h: Mesa de Abertura com Ana Cristina Carvalho – Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo, Conselheira do Comitê Internacional para os Museus de Casas Históricas – DEMHIST / ICOM-BR e membro do Conselho de Orientação Cultural da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, Davidson Kaseker – Coordenador do Sistema Estadual de Museus da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo – SISEM-SECEC-SP (São Paulo, SP), Ivanei da Silva (mediador) – Museólogo – Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP), Marcelo Tápia – Diretor da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP) e Renata Motta – Presidente do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus (ICOM).

19h – 19h30: Visita às exposições da Casa Mário de Andrade

19h30 – 21h: Palestra: “Genômica museal”, com Francisco Marshall – Professor Titular do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O mapeamento genético do corpo humano, concluído em 2003, oferece-nos um modelo epistemológico e metodológico para pensarmos, por analogia ou metáfora, o campo de memória, patrimônio e museu. O que nos constitui é a pergunta compartilhada. Pesquisa similar foi iniciada por Aby Warburg, com seu Atlas Mnemosyne, ora retomado mundialmente. Essas reflexões e suas provocações para a prática museal são o tema desta palestra, que pensará o patrimônio em passado, presente e futuro, e suas fronteiras conceituais e metodológicas. 

6 de julho, sábado, das 9h às 21h

Manhã (9h às 12h)

Local: Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Endereço: Av. Paulista, 37 – Bela Vista

9h – 9h30: Recepção dos participantes.

9h30 – 10h30: Palestra: “Museus-Casas Literários na Web: estratégias para ampliação da visibilidade de acervos”, com Ana Cecília Nascimento Rocha Veiga – Professora do Curso de Museologia da ECI/UFMG. 

As coleções on-line, a participação dos museus nas redes sociais e os websites, quando bem estruturados, contribuem para a difusão do conhecimento, a formação do gosto pela leitura, a acessibilidade dos acervos e até o combate às fake news. Nesta palestra, serão discutidas as peculiaridades dos museus-casas literários diante do imperativo de se fazerem presentes na web.

10h30 – 12h: Mesa-redonda:  “O museu-casa visível para o público”, com Ana Cláudia Rôla Santos – Coordenadora do Museu Casa Alphonsus de Guimaraens – Superintendência de Museus e Artes Visuais, Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais (Mariana, MG), Angelica Fabbri – Museóloga – Diretora Executiva da ACAM Portinari (São Paulo, SP), Aparecida Rangel – Museóloga/Tecnologista da Fundação Casa de Rui Barbosa/MinC (Rio de Janeiro, RJ) e Paulo de Freitas Costa – Coordenador-Geral do Fundação Cultural Ema Gordon Klabin (São Paulo, SP).

12h: Deslocamento para a Casa Guilherme de Almeida – Rua Macapá, 187 – Pacaembu

Tarde (12h30 – 19h)

Locais:

– Museu Casa Guilherme de Almeida

Endereço: Rua Macapá, 187 – Pacaembu

– Casa Guilherme de Almeida – Anexo

Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Pacaembu

13h – 14h: Visita ao museu Casa Guilherme de Almeida

Lanche

Deslocamento para o Anexo da Casa Guilherme de Almeida

14h30: Palestra: “A invisibilidade institucional”,com Cecília Machado – Museóloga, coordenadora do Curso Técnico em Museologia da Escola Técnica Estadual Paula Souza – ETEC – Parque da Juventude (São Paulo).

A palestra abordará a “invisibilidade institucional” de museus inseridos em lugares de muito movimento. Para tanto, fará, a partir dos cases Museu do Horto, Museu do Juquery e MAC USP, uma reflexão acerca de meios de avaliação dos públicos que o museu deseja atingir e do entorno da instituição, buscando a inserção comunicacional e o desenvolvimento de ferramentas internas para a referida avaliação.

15h30 – 17h: Mesa-redonda: “A casa invisível: a percepção de acervos ocultos”, com Davidson Kaseker (mediador) – Coordenador do SISEM-SECEC-SP (São Paulo, SP), Giancarlo Lattorraca – Diretor Técnico – Museu da Casa Brasileira – UPPM-SP (São Paulo, SP), Ivanei da Silva – Museólogo – Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP), Ezequiel Barel Filho – Diretor de Cultura e Turismo, Secretaria de Cultura e Turismo, Prefeitura Municipal de Itapira (Itapira, SP) e Silviane Aparecida Sanches Sanches Rodrigues – Bibliotecária da Biblioteca Infantil Monteiro Lobato e do Centro de Documentação Espaço Cultural Cidade do Livro (Lençóis Paulista, SP).

17h – 17h30: Pausa para café

17h30 – 19h: Mesa-redonda: “Memória e imaterialidade: conexões entre os patrimônios material e imaterial”, com Alexandra Rocha – Supervisora do Núcleo Educativo da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP), Cláudia Barbosa Reis – Museóloga e autora do livro A literatura no museu (Rio de Janeiro, RJ), Ivanei da Silva (mediador) – Museólogo – Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP), Júlio Mendonça – Coordenador do Centro de Referência Haroldo de Campos – Casa das Rosas Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura (São Paulo, SP) e Marcelo Tápia – Diretor da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo (São Paulo, SP).

SERVIÇO:

IV Encontro de Museus-casas literários: museu e (in)visibilidade

Dias 5 e 6 de julho

Casa Guilherme de Almeida

Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Pacaembu, São Paulo/SP

Casa das Rosas

Av. Paulista, 37 – Bela Vista, São Paulo/SP

Casa Mário de Andrade

Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda, São Paulo/SP

Gratuito

Para realizar a inscrição, clique aqui.

Fonte: Casa Guilherme de Almeida