Iniciadas inscrições para roda de conversa dos Museus Históricos e Pedagógicos

Objetivando reativar sua articulação enquanto rede, os Museus Históricos e Pedagógicos (MHPs) realizam uma roda de conversa em encontro virtual nos dias 15 e 16 de abril. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pela pataforma ADA, basta clicar no link (https://cem.sisemsp.org.br/loginpage) e realizar o login. Poderão participar os responsáveis diretos pela gestão de instituições nascidas na Rede de Museus Históricos e Pedagógicos de São Paulo e integrantes de suas  equipes de trabalho. Os participantes inscritos receberão o link para ingresso no evento via e-mail, no dia anterior ao início do encontro.

A conversa será feita para traçar o novo perfil das instituições e coletar dados atualizados sobre as mesmas, visando fornecer subsídios ao Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, para o desenvolvimento de ações que supram, de fato, as novas necessidades desses museus.

O primeiro dia (15/04) tem programação com início às 10h com as falas institucionais de Letícia Santiago, Coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico – UPPM/SCEC; Davidson Panis Kaseker, Diretor do Grupo Técnico de Coordenação – GTC SISEM-SP/SCEC e Angelica Fabbri, Diretora executiva da Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari – ACAM Portinari.

Posteriormente serão abordados três temas: “Os MHPs e processo de municipalização”, no qual Mirian Midori Peres Yagui, Diretora do Grupo de Preservação do Patrimônio Museológico – GPPM/SCEC tratará sobre a tramitação dos processos de municipalização e orientações sobre o que é necessário que os gestores façam para concluir a municipalização de seus acervos; “A missão do SISEM-SP para com os MHPs”, com a apresentação das linhas de ação e formas de apoio do SISEM-SP às demandas dos MHPs; e “A importância do Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP)” no apoio técnico aos MHPs, no qual Joselaine Mendes Tojo, Coordenadora da Equipe Técnica ACAM Portinari de Apoio ao SISEM-SP vai abordar a importância e objetivos do CEM-SP, fazer um balanço sobre os MHPs no CEM-SP e explicar sobre os parâmetros menos atendidos pelos MHPs no processo cadastral..

No segundo dia (16/04), a programação inicia-se também às 10h com palestra ministrada por Maria Ignez Mantovani Franco, museóloga, ex-integrante do Grupo de Dinamização de Museus da  Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, onde atuou diretamente com os MHPs no início da década de 1980. A palestra tratará sobre a importância dessas instituições museológicas no interior paulista, bem como o papel que se espera que exerçam em suas comunidades.

Após o espaço para debate com a palestrante, serão realizadas três sessões de rodas de conversas intituladas MHPs trocando experiências. A primeira irá abordar “As ações desenvolvidas durante o período de isolamento social.”, a segunda, “Fragilidades de trabalho evidenciadas durante o período de isolamento social”, e a terceira, “Perspectivas de atuação para os MHPs no cenário pós pandemia. O que faremos para a qualificação das ações futuras?”. Para finalizar, Ana Carolina Xavier Avila, assistente de ações técnicas da ACAM Portinari, integrante da Equipe Técnica ACAM Portinari de Apoio ao SISEM-SP, fará um balanço sobre as apresentações e abrirá a sessão de perguntas e respostas.