Encontro Paulista de Museus, Memória Ferroviária e Paisagens Culturais atraiu municípios a Guararema

Promovido pelo SISEM-SP, evento contou com a participação de 154 pessoas

O Encontro Paulista de Museus, Memória Ferroviária e Paisagens Culturais realizado em Guararema, no dia 25 de outubro, foi um sucesso. O evento contou com a participação de 154 pessoas, entre autoridades, profissionais da área e pessoas interessadas em saber mais e discutir sobre a preservação e difusão da memória ferroviária paulista.

Participaram representantes de prefeituras e instituições das cidades de Americana, Arujá, Assis, Atibaia, Avaré, Bauru, Cajamar,  Cotia, Cruzeiro, Dois Córregos, Guararema, Guariba, Guarulhos, Hortolândia, Ibitinga, Itapeva, Itararé, Itatiba, Jacareí, Jardinópolis, Jundiaí, Louveira, Mairinque, Mineiros do Tietê, Mogi das Cruzes, Porto Ferreira, Ribeirão Preto, Santa Branca, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, São Roque, Sertãozinho, Sorocaba, Taubaté, Tietê e Uchoa.

O Encontro também contou com participantes de Minas Gerais e Paraná, além dos prefeitos dos municípios de Arujá, Cruzeiro, Guararema, Itu, Laranjal Paulista, Pederneiras, Pindamonhangaba, Salto e Suzano, do deputado estadual André do Prado e Marcio Alvino, deputado federal e presidente da Frente Parlamentar de Preservação da Memória e do Patrimônio Ferroviário.

“O evento foi um sucesso, uma vez que foi chancelado por todos os entes responsáveis pelos procedimentos e ritos da Preservação Ferroviária da malha paulista”, afirma Sandra Regina Olivieri, assessora geral de Gabinete da Prefeitura Municipal de Guararema e secretária executiva da Frente Parlamentar de Preservação da Memória e do Patrimônio Ferroviário.

Davidson Panis Kaseker, diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC/SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, também destacou que o Encontro foi a oportunidade de reunir todos os principais órgãos de tutela do patrimônio ferroviário das esferas federal e estadual, agentes públicos e demais interessados para uma troca de experiências, intercâmbio de informações e compartilhamento de dados. “Ficou evidenciada a disponibilidade e interesse dos órgãos governamentais no alinhamento de políticas públicas que facilitem o acesso ao patrimônio cultural ferroviário, móvel e imóvel, visando a sua requalificação e apropriação pelas comunidades locais”, comenta Antonio Lessa, coordenador da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico.

Participaram representantes da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, CONDEPHAAT, DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, SPU (Superintendência do Patrimônio da União), IPHAN, SEADE, ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária), MRS Logística e Rumo Logística.

“Diretrizes e estratégias institucionais voltadas para a preservação da Memória e do “Patrimônio Ferroviário” e “Patrimônio Ferroviário de Guararema: estratégias e ações práticas de um caso exitoso de Parceria Público/Privado. Musealização do Patrimônio Industrial e os desafios da Economia Criativa para a Cultura e o Turismo” foram os temas discutidos nas mesas do evento.

Realizado pelo SISEM-SP em parceria com a Prefeitura Municipal de Guararema, o Encontro ainda possibilitou aos participantes conhecerem o Trem de Guararema por meio de um passeio com percurso de sete quilômetros da Estação Central da cidade até a Estação Luis Carlos.

Para 2020, o SISEM-SP espera realizar mais eventos como o de Guararema. “A expectativa é de que no próximo ano sejam realizados, por iniciativa do Sistema e demais parceiros, novos encontros dessa natureza em outras regiões do estado, com programação focada nas possibilidades de destinação do patrimônio ferroviário para fins culturais”, explica Kaseker.

Fonte: SISEM-SP