Edital: Exposições itinerantes da ACAM Portinari em parceria com o SISEM-SP foram vistas por cerca de 13 mil pessoas

Edital para o biênio 2020-2021 foi aberto e as inscrições podem ser feitas até o dia 03 de fevereiro.

No ano passado, 22 cidades do interior e litoral de São Paulo receberam cinco exposições itinerantes resultantes de projetos contemplados no Edital da Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari), em parceria com o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Ao todo, cerca de 13 mil pessoas tiveram acesso às mostras, cuja entrada era gratuita.

Um novo edital para o biênio 2020-2021 foi aberto e os produtores culturais que queiram inscrever projetos têm até o dia 03 de fevereiro para enviar suas propostas de exposições itinerantes.

As mostras selecionadas percorrerão diversas localidades do interior paulista, democratizando a arte, além de valorizar e divulgar o trabalho do artista. Além disso, essa ação diversifica, qualifica e amplia o repertório cultural das instituições museológicas que receberão as exposições. As inscrições podem ser feitas aqui.

Os projetos inscritos e selecionados serão considerados para o biênio de 2020-2021 e devem ter valores orçamentários com custos de R$ 15 mil a R$ 40 mil, já considerando custos de embalagem, acondicionamento, montagem, deslocamento e seguro (caso seja necessário).

Podem participar pessoas jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, atuantes na área de museus, atendidas as condições relativas à habilitação jurídica, qualificação técnica, qualificação econômico-financeiras, regularidade fiscal e trabalhista.

As itinerâncias podem contemplar uma das seguintes macrorregiões do Estado: Oeste Paulista (RA Bauru, Presidente Prudente, Marília), Noroeste Paulista (RA Araçatuba, Barretos, São José do Rio Preto), Nordeste Paulista (RA Franca, Ribeirão Preto, Central), RM Campinas, Vale do Paraíba e Litoral (RA São José dos Campos, Baixada Santista e Metropolitana de São Paulo e Sudoeste Paulista (RA Registro, Sorocaba, Itapeva). Cada uma das mostras deve percorrer no mínimo dois municípios.

Os temas podem variar entre acessibilidade, artes, ciências e tecnologia, cultura LGBT, culturas indígenas, cultura quilombola, culturas tradicionais, direitos humanos e história local ou regional são temáticas de interesse prioritário.

As propostas serão avaliadas pela Comissão de Habilitação, que verificará se o proponente cumpre as obrigações do edital; e também pela Comissão de Avaliação, composta pelo Grupo Técnico de Coordenação (GTC) do SISEM-SP, ACAM Portinari e pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Confira o edital completo aqui.

Fonte: SISEM-SP