Descentralização e envolvimento de lideranças locais são diferenciais do EPMi Campinas

Representantes regionais do SISEM-SP participam ativamente da produção do evento

Uma das marcas do Encontro Paulista de Museus itinerante Campinas (EPMi Campinas), o segundo realizado em 2019, é a intensa participação das Representações Regionais, compostas por voluntários eleitos junto aos profissionais de museus, com mandato de dois anos.

Realizado pelo Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a ACAM Portinari, o EPMi Campinas – assim como o EPMi Nordeste, que aconteceu em fevereiro, em Ribeirão Preto – teve toda articulação realizada junto aos profissionais das instituições museológicas da região. A programação do evento e a escolha de palestrantes, também foi concebida com a participação dos parceiros locais do SISEM-SP. O evento acontece dias 23 e 24 de fevereiro, no SESC Campinas.

“Esse evento descentralizado e itinerante, em especial para os museus do interior paulista, é uma postura respeitosa e incentivadora às potencialidades existentes nas diferentes regiões do estado. O SISEM-SP teve a sensibilidade na escuta dessa demanda e entendeu as situações específicas em que se encontram os museus interioranos. Por isso, nossa expectativa é que o evento seja um sucesso e que se transforme em oportunidade de interação dos profissionais que não podem ou não conseguem ir a São Paulo”, afirma Adriana Barão, gestora do Museu da Cidade de Campinas e representante da Região Metropolitana de Campinas pelo SISEM-SP.

Para Renata Gava, representante regional de Piracicaba pelo SISEM-SP e diretora dos museus públicos da cidade, a participação dos representantes , não apenas da Região Metropolitana de Campinas, mas de toda a macrorregião, é muito importante e todos estão se dedicando ao máximo. “Esta elaboração colaborativa na definição da programação permite atendermos às demandas da região de forma que as experiências trocadas no evento possam ser transformadas em ações que trarão benefícios diversos às instituições museológicas e também outros tipos de produção cultural. O EPMi é um novo marco do SiSEM-SP como política pública de fortalecimento e empoderamento dos museus do interior paulista”, explica Renata.

Fonte: SISEM-SP