Presidente Prudente recebe exposição “Estação da Língua Portuguesa”

O Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente, recebe, a partir do dia 23 de outubro, às 19h, a exposição “Estação da Língua Portuguesa”. A realização é do Museu da Língua Portuguesa, com apoio do Ministério da Cultura, Arquiprom, Sabesp e Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP). A entrada é gratuita.

A mostra itinerante já percorreu seis cidades paulistas, contabilizando 48 mil visitantes. Ela convida para o embarque em uma viagem pela história da língua portuguesa, um idioma que há mais de 500 anos se (re)cria nos quatro cantos do mundo.

No Brasil, recebeu contribuições das línguas indígenas e africanas, como também de outros povos que aqui chegaram. Vindos de várias partes do mundo, esses imigrantes traziam, além de seus pertences, costumes e falares que no encontro com outros imigrantes e migrantes criaram novos sotaques, expressões, festas, danças e pratos de nossa culinária.

As estradas de ferro foram os principais caminhos que levaram esses viajantes para o interior do país. Em São Paulo, a Estação da Luz, que hoje abriga o Museu da Língua Portuguesa, presenciou muitas chegadas e partidas. As estações sempre foram um espaço dinâmico de encontros e reencontros, de descobertas, de trocas de falares e saberes. Exatamente como a língua portuguesa, sempre viva, dinâmica e servindo como principal ‘plataforma’ de comunicação e aproximação das pessoas.

“A língua portuguesa é viajante, atravessou os oceanos, adaptou-se às realidades que encontrou além-mar, enriqueceu-se com as culturas por onde passou e nos territórios em que se fixou. Assim, nada melhor do que uma exposição que também ‘cai na estrada’ e desbrava o interior do País para contar esta história”, comenta o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

SERVIÇO

Exposição “Estação da Língua Portuguesa”
Quando: 23 de outubro, às 19h
Onde: Centro Cultural Matarazzo
Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, 749 – Vila Marcondes – Presidente Prudente/SP
Visitação: gratuita, de segunda a sábado, das 8h30 às 20h
Gratuito

Fonte: SISEM-SP e Arquiprom