Preservação Digital foi tema de encontro virtual no Youtube

No dia 10 de novembro, aconteceu o II Encontro de Preservação Digital, realizado pelo Arquivo do Estado de São Paulo, pela Pinacoteca de São Paulo e Sesc em parceria com o Sistema Estadual de Museus de São Paulo, instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado. A participação das pessoas interessadas se deu mediante inscrição prévia gratuita.

O evento teve como intuito estimular e promover o debate sobre experiências e produção de conhecimento relacionados à preservação digital em instituições Culturais e focou na política de Preservação Digital e na Lei Geral de Proteção de Dados, temas que demandam discussões aprofundadas dada à diversidade documental presente nos acervos permanentes

O Encontro foi transmitido simultaneamente nos canais do Youtube da Pinacoteca e do Sesc e os inscritos receberam declaração de participação.

Veja como foi a programação:

10h – Abertura Institucional: Pinacoteca e Sesc

MESA 1 – POLÍTICA DE PRESERVAÇÃO DIGITAL

10h30 José Carlos Abbud Grácio – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)

Doutor (2011) em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) de Marília. Possui formação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (1987), mestrado (2002) e atua como docente convidado do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Unesp/Marília. É presidente da Comissão Permanente de Preservação Digital da Unesp. Membro da Rede de Pesquisa Dríade de Preservação Digital, registrado como Grupo de Pesquisa “Estudos e Práticas de Preservação Digital” no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Autor do livro “Preservação digital na gestão da informação: um modelo processual para as instituições de ensino superior”, Cultura Acadêmica, 2012, ISBN 9788579833335. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/113727.


11h15 Gabriela Ayres Ferreira Terrada – Biblioteca Nacional

Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense (2011) e graduação em Arquivologia pela Universidade Federal Fluminense (2017). Atualmente é bibliotecária na Fundação Biblioteca Nacional, BNDigital. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Bibliotecas, atuando principalmente nos seguintes temas: bibliotecas digitais e universitárias, deficientes visuais e cegos, avaliação de sites e acessibilidade na web, repositórios digitais. E no âmbito da arquivologia, estuda arquivos públicos e privados, preservação e acesso do patrimônio documental e da memória nacional. No mestrado iniciado em (2020) o foco de pesquisa é a preservação digital.

12h Debate – Mediação – Humberto Innarelli – Universidade Estadual de Campinas – (UNICAMP)

Possui graduação em Tecnologia em Processamento de Dados pela Faculdade de Tecnologia Americana (FATEC-AM – 1998), especialização em Educação, Interdisciplinaridade e Novas Tecnologias pela ACTA Cursos de Pós-Graduação (ACTA – 2001), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas (FEM/UNICAMP – 2006) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (ECA/USP – 2015).

É profissional de Tecnologia da Informação e Comunicação e coordenador de serviços do Arquivo Edgard Leuenroth do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas, professor do curso de Aperfeiçoamento em Patrimônio Documental do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo, professor doutor da Faculdade de Tecnologia de Americana e coordenador do projeto Repositório Institucional do Conhecimento do Centro Paula Souza.

Publicou, em 2012, o livro Instrumenta: Preservação de Documentos Digitais e em 2007, juntamente com Santos, B. V. e Sousa, R. T., o livro Arquivística: temas contemporâneos, onde também aborda o tema preservação digital.

12h30 Intervalo

MESA 2 – TARDE – LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS

14hLenora de Beaurepaire da Silva Schwaitzer – Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutora em História, Política e Bens Culturais pelo CPDOC/FGV, possui mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais pelo CPDOC, mestrado em Justiça Administrativa na subárea de Ciência da Informação pela UFF, especialização em Políticas de informação e Organização do Conhecimento pela UFRJ em convênio com o Arquivo Nacional, graduação em direito (1988), Arquivologia (2014) e Biblioteconomia (2016), e bacharel em Sistemas de Informação (2021), todas pela Universidade Federal Fluminense.

Foi Professora Assistente na Universidade Federal Fluminense na área de organização de arquivos e da informação no ano de 2019, e é, atualmente, Professora Adjunta do departamento de Arquivologia da UFES. Aposentada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, onde ocupou diversos cargos de direção e assessoramento.

Nos últimos 10 anos, foi diretora da área de Documentação do TRF2, além de ter exercido diversos cargos, podendo destacar o de Diretora Executiva do CCJF no período de 2000 a 2005 e Assessora Executiva da Escola da Magistratura Federal da 2ª Região de 2007 a 2009.

Foi presidente da Comissão Local de Segurança da Informação – CLSI do TRF2, membro do Comitê Nacional de Segurança da Informação da Justiça Federal, CSI-JUS, membro do Comitê Nacional de Gestão Documental da Justiça Federal, COGED e integrou o Proname até a sua aposentadoria.

14h45 Fabiano Alves Passos – Sociologia e Política Escola de Humanidades (FESPSP)

Mestre em Sistemas e Gestão pela Universidade Estadual de Campinas (2007),
Tech Manager na Provider IT (atual), Especialista em Processos e Riscos – Atlantic Solutions (2018-2019), Diretor de Tecnologia da Informação e Inovação do Município de Cotia (2017-2018), Gerente de Tecnologia da Informação – COHAB/SP (2013-2017).

Fonte: Pinacoteca de SP