13º Encontro Estadual de Museus de MG acontece de 20 a 23 de outubro

Evento vai tratar de aspectos relacionados à digitalização de acervos, documentação e novas tecnologias

“Museus, Sustentabilidade e Inovação”. Este é o tema do 13º Encontro Estadual de Museus, que será promovido entre os dias 20 e 23 de outubro, pelo Sistema Estadual de Museus de Minas Gerais (SEMMG), por meio da Diretoria de Museus da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult). O encontro acontece integralmente em ambiente virtual devido à pandemia de Covid-19, que gerou a necessidade de readequação das metodologias de comunicação dos museus, evidenciando a capacidade das instituições de se adaptarem a uma nova forma de difusão de seus conteúdos.

Durante o atual contexto provocado pela pandemia, os profissionais de museus têm sido estimulados a buscar soluções inovadoras e sustentáveis para promover as ações dos museus ativas. Algumas dessas ações estão voltadas para a organização e o tratamento da informação, visando o pleno conhecimento sobre os acervos e coleções e, consequentemente, atendendo à função social das instituições museológicas. Assim, os museus são estimulados a promover o desenvolvimento técnico, a pesquisa e a difusão dos seus acervos, seja por meio de ferramentas exclusivas para tal função, seja através das redes sociais. A inovação e o uso das tecnologias têm sido aliadas. O 13º Encontro Estadual de Museus pretende compartilhar experiências e incentivar os profissionais de museus à prática de atividades consideradas essenciais e que, geralmente, ocorrem nos “bastidores” das instituições, nem sempre à vista do público visitante.

Programação

No dia 20/10, terça-feira, às 18h, acontece a live de Abertura do 13º Encontro Estadual de Museus com o tema “Os museus no contexto nacional e mineiro”. Estarão presentes o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira; a presidente do ICOM Brasil, Renata Motta; e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus, Pedro Mastrobuono. Às 19h haverá palestra com Lucimara Letelier, fundadora do Museu Vivo e atual diretora de Relações Institucionais do MAM Rio. A palestrante irá refletir sobre os aspectos da sustentabilidade econômica, social e ambiental que impactam os museus, amplificados no contexto atual da pandemia e das causas contemporâneas.

No dia 21/10, quarta-feira, será promovida a mesa “Documentação museológica e digitalização dos acervos”. O debate contará com a participação de profissionais com grande expertise e que desenvolvem trabalhos na área de documentação museológica. Haverá exposição de cases dos museus estaduais, vinculados à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), os museus componentes do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP) e do Museu do Diamante-MG/Ibram.

No dia 22/10, quinta-feira, ocorre um bate-papo com Mariana Martins, Débora Calixto, Ana Cláudia Rolla e Wanalyse Emery tratando do tema “Inovação e Tecnologia”, compartilhando experiências a partir do uso das redes sociais e do desenvolvimento técnico, da pesquisa e da difusão dos seus acervos.

Na sexta-feira (23/10), o tema será “Museus e sustentabilidade” e contará com a palestra de Suellen Moreira a respeito da sustentabilidade financeira das instituições. Será abordada a diversificação de fontes e estratégias de captação de recursos que podem fortalecer a sustentabilidade e a própria perenidade dos museus.

O evento ocorrerá on-line por transmissão ao vivo pelo canal da Secult no YouTube.

Confira a programação completa AQUI.

Fonte: Sistema Estadual de Museus de Minas Gerais