10EPM: Medalha “Waldisa Rússio” é entregue ao professor Ulpiano Bezerra de Meneses

Honraria recém-criada será concedida anualmente a personalidades que se destacam pela contribuição ao desenvolvimento da museologia paulista

Um dos grandes momentos da primeira manhã de atividades do 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM) foi a entrega, ao professor Ulpiano Bezerra de Meneses, da Medalha de Mérito Museológico “Waldisa Rússio Camargo Guarnieri”. Organizado pelo Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e ACAM Portinari, o evento ocorre de 18 a 20 de julho no Memorial da América Latina, em São Paulo.

A honraria, recém-criada, homenageia uma das principais pensadoras e articuladoras da museologia no território paulista, falecida em 1990. Para o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP, Davidson Kaseker, a concessão da medalha cumpre a necessidade do SISEM-SP e a Secretaria da Cultura do Estado (SEC) em reconhecer publicamente o trabalho de profissionais que lutaram pelo fortalecimento dos museus paulistas. “O professor Ulpiano insere-se com louvor dentro desses critérios e, por isso, foi escolhido como nosso primeiro homenageado”, conclui.

Aplaudido de pé por todos, o professor homenageado emocionou-se. “Quero dividir a alegria deste dia com todos os meus colegas presentes. Tenho receio em indagar meus méritos, mas minha paixão pelo mundo dos museus é verdadeira e me acompanha há muito tempo”, agradeceu.

A medalha será entregue todos os anos, sempre na abertura do EPM, a profissionais que batalharam pelo setor, seja por meio da consolidação do SISEM-SP, seja por meio de seu exercício profissional, produção acadêmica, difusão do conhecimento e das instituições museológicas, seja pela atuação em prol da preservação do patrimônio museológico. Os nomes são indicados pelos membros do Conselho Consultivo do EPM para apreciação e deliberação do Conselho de Orientação do SISEM-SP (COSISEM-SP) – e referendo do secretário da Cultura.

O homenageado

Além da carreira ligada à USP, Ulpiano Bezerra de Meneses foi diretor do Museu Paulista (1989-1994) e do Museu de Arqueologia e Etnologia/USP (1968-78). Atuou também como membro de conselhos, como o Conselho Superior da FAPESP, da Missão Arqueológica Francesa na Grécia, CONDEPHAAT e o Conselho do IPHAN. O professor publicou ainda pesquisas no Brasil e exterior nas áreas de história antiga (história da cultura, pintura helenística, urbanismo grego), cultura material, cultura visual, patrimônio cultural, museus e museologia, e dentre outras importantes honrarias,  recebeu, em 2002, a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Waldisa Rússio

Homenagem à professora e museóloga paulista, notabilizada por ser uma das personalidades mais influentes no desenvolvimento do pensamento teórico da Museologia e de sua consolidação como campo disciplinar dentro e fora do Brasil. Ao trabalhar, desde 1957, como funcionária pública estadual, exerceu várias funções e pôde contribuir, nos anos 1960 e 1970, para diversos projetos de implantação de museus estaduais. Ao mesmo tempo, contribuiu para consolidar o ensino de Museologia e a regulamentação da profissão no País, tendo sido a principal responsável pela constituição do primeiro curso de pós-graduação em Museologia do Brasil, iniciado em 1978 na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Destacou-se como membro atuante do Comitê Internacional de Museologia – ICOFOM, a partir do início dos anos 1980. Com suas reflexões teóricas sobre o campo científico da Museologia, compartilhadas por meio de diversos textos, palestras e seminários, deixou um legado que permanece atual até o presente.

Fonte: SISEM-SP