Um terço dos museus paulistas já aderiu ao Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP)

Até o fim do ano passado, 139 instituições foram inseridas na plataforma digital do SISEM-SP, equivalente a 34% das 415 mapeadas no Estado

Das 415 instituições museológicas existentes em território paulista, 139 aderiram ao Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP) até o fim de 2018 – o equivalente a 34%. Os números são do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Ferramenta criada pelo SISEM-SP, em parceria com a ACAM Portinari, o CEM-SP foi lançado em meados de 2016 para auxiliar na qualificação dos museus paulistas. Disponível no site https://cem.sisemsp.org.br/, o Cadastro é preenchido on-line diretamente pela instituição interessada. Cada um dos parâmetros do CEM-SP foi pensado para ajudar o museu a fazer um diagnóstico de sua própria estrutura, identificar carências e desenvolver estratégias de qualificação.

A Região Metropolitana de São Paulo foi a que mais aderiu ao CEM-SP, com 38 instituições inscritas. Na segunda posição está a região de Campinas, com 20 adesões – seguida pela Baixada Santista (15), e regiões de São José dos Campos (12), Sorocaba (11), Marília (9), Ribeirão Preto (8), Araçatuba (6), Franca e Central (5), Bauru (3), Registro (2), São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Itapeva e Barretos (1).

O SISEM-SP considera que os números são positivos e gradativamente crescentes, em especial após a abertura do Cadastro para a inscrição de instituições de todo Estado, em 2017, e da consolidação do CEM-SP e de sua plataforma digital como um dos principais instrumentos de políticas públicas do SISEM-SP.

O objetivo em 2019 é tornar o CEM-SP ainda mais abrangente – uma vez que as inscrições mostraram-se mais concentradas em regiões mais próximas da Capital e com maior quantidade de museus.

Assim, intensificar a divulgação do Cadastro nas regiões que registraram menor número de adesões é uma das metas principais do SISEM-SP. Nesse sentido, uma das medidas foi a criação do Encontro Paulista de Museus itinerante (EPMi), que percorerrá seis macrorregiões do Estado este ano, com mesas redondas, conferências e oficinas com temáticas relacionadas ao CEM-SP. Para saber mais detalhes sobre o Cadastro, quais documentos são necessários para se inscrever e perguntas frequentes, acesse o site do SISEM-SP: www.sisemsp.org.br.

Fonte: SISEM-SP