SISEM-SP realiza mutirão de visitas técnicas do CEM-SP

Para dar andamento aos processos cadastrais básicos que aguardavam a aferição para serem finalizados, o Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP), instância da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, fez um mutirão de visitas técnicas do Cadastro Estadual de Museus-SP e visitou, desde o fim de janeiro deste ano, 18 instituições no interior do estado, juntamente com a equipe da ACAM Portinari, Organização Social de Cultura que apoia o desenvolvimento e manutenção do CEM-SP.

As atividades percorreram três regiões paulistas. Na de São José do Rio Preto, foram visitados o Museu de Arte Primitivista José Antonio da Silva (SJRP), Museu Histórico Municipal Maria Izabel Lerro Ortenblad (Tabapuã), Museu Histórico e Pedagógico Dom João VI (SJRP), Museu de Paleontologia Pedro Candolo (Uchoa), Museu Histórico Municipal de Fernandópolis e Pinacoteca de São José do Rio Preto.

Na região de Ribeirão Preto, as visitas aconteceram na Casa da Memória Italiana (RP), Museu Casa de Portinari (Brodowski), Museu da Cidade (Sertãozinho), Museu Municipal Jorge Nogueira de Carvalho (Guariba), Museu da Imagem e do Som (RP) e Museu da Cana (Pontal).

No Vale do Paraíba, foram visitados o Memorial Histórico Usina CGH (Cachoeira Paulista), Museu de Antropologia do Vale do Paraíba (Jacareí), Museu do Folclore de São José dos Campos, Urbam Urbanizadora Municipal – Museu do Lixo (São José dos Campos), Museu Histórico e Cultural Padre Carlos Leôncio da Silva (Lorena) e Associação Desportiva e Cultural Capoeira Besouro Mangangá (SJC).

A visita técnica de aferição é um dos momentos mais importantes do CEM-SP, pois é quando as instituições recebem presencialmente a equipe do SISEM-SP e ACAM Portinari para a verificação das informações do Instrumento de Qualificação Cadastral Básico (IQC Básico) e um assessoramento técnico personalizado feito especificamente para sua realidade.

Das 18 visitas realizadas durante o mutirão, 15 foram em instituições que se candidataram e se submeteram pela primeira vez ao nível básico do CEM-SP e três foram de renovação do Cadastro.

Com o avanço constante da imunização da população paulista e a retomada das atividades presenciais, foi possível a retomada gradativa das visitas técnicas às instituições.

No último quadrimestre de 2021, foram realizadas 12 visitas técnicas de aferição, em instituições de São Paulo (capital), Atibaia, Caçapava, Guaratinguetá, Jacareí, Praia Grande, Santos, São Manuel e São Pedro. Somadas às quatro visitas técnicas realizadas em agosto do ano passado, o CEM-SP conseguiu dar andamento a 16 processos cadastrais básicos que estavam parados em virtude da pandemia de COVID-19.

Os próximos mutirões do CEM-SP serão realizados no Litoral Norte (Abril), Sorocaba (Julho), Campinas (Julho), Araçatuba/ Dracena (Julho), Bauru (Julho), SP e Região Metropolitana (Setembro) e Circuito das Águas (Setembro).

Fonte: SISEM-SP