Museu Catavento realiza exposições itinerantes em parceria com o Museu Saburo Yamanaka

A exposição “Mudanças Climáticas” ficará disponível ao público durante curto período, e é uma ação do Programa de Integração ao SISEM-SP do Museu Catavento e da Secretaria Municipal de Cultura de Bastos.

O Museu Catavento – equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, administrado pela organização social Catavento Cultural e Educacional – realiza exposições em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Bastos. A mostra faz parte das ações desenvolvidas pelo Programa de Integração ao SISEM-SP do Museu Catavento.

A exposição dialoga com os diferentes públicos da Secretaria Municipal de Cultura de Bastos e do Museu Histórico Regional Saburo Yamanaka, onde se realiza a mostra.  Aborda temas relativos à emissão de gases e atividade humana com informações que refletem o cenário atual, apontam as soluções possíveis e apresentam um interessante infográfico que leva à reflexão sobre qual mundo queremos.

Mudanças Climáticas

Nesta mostra, os visitantes poderão descobrir como é observado o clima no planeta, como o banco de gelo Ártico está reduzindo a cada década e o que pode causar a sua extinção até 2050. Além disso, é possível entender as diferenças entre clima e meteorologia, já que clima é o conjunto de condições meteorológicas inseridas em um longo período, pelo menos 30 anos, enquanto a meteorologia descreve o estado da atmosfera em certo momento e lugar da Terra.

Produzida em 2015 pela Universcience em Paris, especialmente para a 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas para Mudanças Climáticas – COP21, a mostra “Mudanças Climáticas” contou com o apoio do Consulado Geral da França, da Embaixada da França no Brasil e da Fundação BNP para a tradução e montagem dos painéis. Teve sua estreia no Brasil na Biblioteca Villa Lobos durante a Virada Sustentável, em agosto daquele ano. Exposta no Museu Catavento em Julho de 2016.

Serviço

Exposição Mudanças Climáticas

Período: 06 de outubro de 2022 até 29 de novembro de 2022.

Horário: terça-feira a sexta-feira – 9h às 18h; sábados e domingos – 9h às 15h.

Local: Museu Histórico Regional Saburo Yamanaka.

Classificação indicativa: Livre para qualquer idade.

Endereço: Avenida Gaspar Ricardo, 757, Bastos, SP

Informações: https://turismo.bastos.sp.gov.br/atracao/1/museu-historico-regional-saburo-yamanaka/

Sobre o Museu Catavento

O Museu Catavento foi inaugurado em março de 2009 e tem mais de 250 instalações divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade). Cada seção foi elaborada com uma expografia que contribui para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como borboletário, sala de realidade virtual Dinos do Brasil, simuladores, aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas, onde é possível ouvir relatos de personalidades da história, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo. Na área externa também é possível conferir equipamentos como a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

Secretaria Municipal de Cultura de Bastos

Responde pelo planejamento, promoção e incentivo das atividades culturais e comunitárias da Prefeitura; apoio às ações promovidas por entidades, associações, instituições governamentais e empresariais, entre outras; promoção de estudos e preservação do patrimônio histórico e cultural do Município.

A ocupação estética e artística dos espaços existentes na cidade pela população tais como praças, parques, teatros, museus, entre outros espaços públicos, é fundamental para tornar Bastos uma cidade cada vez mais vibrante.

O Museu Histórico Regional Saburo Yamanaka conta a história local de forma lúdica e de fácil compreensão por todos. O acervo representa as várias culturas do país, inclusive a japonesa, bastante influente no município.

FONTE: Museu Catavento