10EPM: Instituições recebem certificados do Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP)

Além das conferências, homenagens, mesas de debates e painéis digitais, o 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM) marca a entrega de certificados às 15 primeiras instituições museológicas cadastradas no CEM-SP (Cadastro Estadual de Museus), ferramenta do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP). A cerimônia foi realizada nesta sexta-feira (20), às 12h, no último dia do evento.

O CEM-SP foi lançado em fase de testes em 2016, de maneira restrita aos museus da Baixada Santista. Após um ano de experimentações e ajustes, a avaliação positiva dos organizadores e das instituições públicas e privadas tornaram a ferramenta apta a ser aplicada em todo Estado, o que aconteceu a partir do 9EPM, em junho de 2017. O objetivo do cadastro é refinar ainda mais os critérios para identificar quais instituições podem, de fato, ser classificadas como museus.

Os três principais eixos do CEM-SP são Gestão e Governança, Salvaguarda de Acervos e Comunicação e Serviços ao Público. “Esses três itens são essenciais para que os museus estejam cada vez mais próximos da população e conscientes do que a sociedade espera das nossas instituições”, afirma o secretário da Cultura do Estado Romildo Campello.

A estruturação desta metodologia, construída participativamente com a contribuição de gestores públicos e profissionais de museus de diversas realidades, permitiu a compilação de 84 parâmetros que, para além de definir os requisitos mínimos necessários para que uma instituição comprove o efetivo exercício das funções museológicas previstas pelo Estatuto dos Museus, também ajuda a definir uma escala de evolução processual para sua qualificação.

“Temos ciência de que os museus atuam em distintas realidades e estão submetidos a diferentes níveis de maturidade institucional e de envolvimento da comunidade. Assim, o CEM-SP permite também apontar uma perspectiva de evolução para as instituições. Mais do que apenas definir os parâmetros técnicos, este trabalho cooperativo entre o GTC SISEM-SP e diversos sujeitos do campo museal, permitiu criar uma ferramenta de orientação aos museus”, afirma o diretor do GTC SISEM-SP, Davidson Kaseker.

Justamente em razão desta diversidade de contextos das instituições museológicas, definiu-se a criação de uma nova categoria dentro do CEM-SP denominada “Instituições em Processo de Estruturação Museológica”, que se diferencia das instituições deferidas, na medida em que, mesmo não atendendo plenamente os requisitos de elegibilidade, são instituições vocacionadas a caminho da qualificação como museus, para as quais deverão ser desenvolvidas ações voltadas para as especificidades de suas demandas.

“Daqui para frente, enquadrar-se dentro dos parâmetros do CEM-SP será de fundamental importância para que as instituições integrem políticas públicas para o setor e tenham acesso a, por exemplo, exposições itinerantes e repasses públicos de verbas, entre outras ações conjuntas. Ainda mais agora, com a assinatura do termo de convênio com Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), reconhecendo o SISEM-SP como entidade registradora para o Registro Nacional de Museus”, observou Kaseker.

O sistema para o cadastramento no CEM-SP está disponível no site do SISEM-SP (www.sisemsp.org.br). A adesão é livre, mas a aprovação do cadastro estará sujeita ao atendimento de parâmetros técnicos e será realizada por ordem de inscrição.

Confira os museus certificados:

1. Museu do Café
2. Museu da Cidade de Praia Grande
3. Museu de Pesca
4. Museu de Arte Sacra de Santos
5. Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto
6. Pinacoteca do Estado de São Paulo
7. Memorial da Resistência de São Paulo
8. Fundação Ema Gordon Klabin
9. Museu da Casa Brasileira
10. Museu de Arte Moderna
11. Museu da Cidade de Salto
12. Museu da Imigração de São Paulo
13. Museu Casa de Portinari
14. Museu Felícia Leirner
15. Museu Índia Vanuíre

SERVIÇO

Entrega dos Certificado às instituições museológicas cadastradas no CEM-SP
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – São Paulo/SP
Data: 20 de julho (sexta-feira)
Horário: das 12h00 às 13h00
Informações: (11) 3339-8111

Fonte: SISEM-SP