Universidade Federal de Minas Gerais promove II Seminário Brasileiro Museus, Memória e Museologia LGBT+Feminismo

Inscrições gratuitas vão até o dia 25 de agosto

Por que nossas memórias e histórias não estão nos museus? O II Seminário Brasileiro Museus, Memória e Museologia LGBT+Feminismo, que será realizado nos dias 27 e 28 de agosto, em sala virtual da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) já está com inscrições abertas. Os interessados em participar poderão se inscrever até o dia 25 de agosto, neste link.  O tema desta edição versa sobre a relação entre a questão LGBT+ e o feminismo na produção acadêmica nacional sobre memória, museus e Museologia.

O evento reúne pesquisadorxs acadêmicxs que produzem conhecimento intelectual inovador, decolonial e comprometido com a superação da discriminação de mulheres e pessoas LGBT+ nos museus e na Museologia, sobretudo quando articulam o campo a políticas públicas, justiça social e intersecções entre cor/raça, classe, gênero, identidade de gênero e orientação sexual. 

De modo a respeitar as regras de distanciamento social orientadas pela Organização Mundial de Saúde, o evento teve sua data deslocada para 27 e 28 de agosto de 2020 e se transformou em virtual. 

As inscrições se dão via on-line, até 25 de agosto, estando condicionada a posterior inscrição na sala virtual conforme orientações que a comissão organizadora enviará. A atividade será certificada.

Organizam o evento a Rede LGBT de Memória e Museologia Social, Revista Memória LGBT, bacharelado em Museologia da UFMG, GT Gênero e Sexualidade do Seminário Brasileiro em Museologia e Programa de Pós-Graduação de Ciência da Informação da UFMG.

O comitê organizador do evento é composto por Jezulino Lúcio Mendes Braga (Museologia- UFMG/Rede LGBT de Memória e Museologia Social/ MG), Tony Boita (Revista Memória LGBT/ Rede LGBT de Memória e Museologia Social/ Centro-Oeste), Jean Baptista (Museologia- UFG/ Rede LGBT de Memória e Museologia Social/ Centro-Oeste), Camila Moraes Wichers (Museologia- UFG/Rede LGBT  de Memória e Museologia Social/ Centro-Oeste); Marlise Giovanaz (Museologia- UFRGS /Rede LGBT de Memória e Museologia Social/ RS), René Lommez Gomes (Museologia- UFMG) e Camila Pinho (Graduanda Museologia UFMG /Rede LGBT MG).

A comissão organizadora conta também com o trabalho da museóloga feminista criadora da arte do evento, que por seu talento, sensibilidade e compromisso, expressou por meio de imagens os importantes temas do evento: Allinny Raphaelle Vitor de Lima, Mestranda PPGAS-UFG. 

Para sanar eventuais dúvidas sobre o evento, envie e-mail para contato@memorialgbt.org.

Fonte: UFMG