Últimos dias da mostra Visualidades na/para/da/com a Maternidade e Paternidade Contemporâneas

Até 8 de junho, quem for ao saguão superior da Biblioteca Municipal Mário de Andrade, em Araraquara, pode conferir a exposição “Visualidades na/para/da/com a maternidade e paternidade contemporâneas”, que faz parte da programação do 16º Território da Arte de Araraquara.

A mostra apresenta obras de Itaiana Battoni, Rodrigo Bueno, Lucas Tannuri e Lívia Dotto Martucci e retrata a visão dos quatro artistas contemporâneos sob o viés do olhar sobre suas obras antes e depois de terem a experiência com a chegada de suas filhas e filhos.

Os artistas apresentam produções de períodos anteriores e/ou posteriores à maternidade e paternidade, oportunizando reflexões de como a visualidade transformou-se após o nascimento dos filhos.

Com novos arranjos familiares, com a vivência no mundo da infância, com a vida e a arte misturando-se a como sentem e produzem seus trabalhos, as questões levantadas estarão em diálogo com a visualidade de cada artista e o contato com suas obras.

A exposição é gratuita. Conheça os artistas participantes:

Itaiana Battoni (Araraquara) – dedica-se ao desenho desde 1993, quando começou a frequentar aulas na cidade de Amparo (SP). Dois anos após o nascimento de sua filha, em 2005, começou a ministrar aulas de desenho artístico em Araraquara, onde reside até hoje. Em 2012 descobriu o parto humanizado e fez uma série de desenhos no tema, os quais, observou posteriormente, contavam sua história. No ano seguinte, a pedido de uma amiga, realizou a primeira arte gestacional e em 2014 pode vivenciar seu próprio parto humanizado, com o nascimento de seu segundo filho. Apaixonada pelo universo da humanização, foi convidada a ilustrar o livro “Filhos da Primavera – Histórias de Parto”, lançado em 2015 e, após essas experiências, tornou-se doula, consultora em amamentação e integra o Movimento pela Humanização do Parto em Araraquara.

Lívia Dotto Martucci (São Carlos) – Artista, educadora e produtora cultural. Mãe da Frida. Desde 2000 tem atuação na produção artística e cultural, trabalhando com mostras de artes visuais, shows musicais, espetáculos de dança e teatro. Tem experiência com gestão pública nas cidades de Araraquara (2002 a 2005) e em São Carlos (desde 2007) e com gestão privada, com sua empresa individual Matriarcas Criativas (desde 2014). Já participou ativamente da gestão democrática participativa nos âmbitos municipais, estaduais e federais, principalmente, nas áreas da Cultura e das Artes. Hoje, é curadora do 16º Território da Arte de Araraquara.

Lucas Abi Rached Tannuri (Araraquara) – Fotojornalista e Designer. Pai de Marina e Gael. Lançou seu primeiro livro baseado em uma brincadeira com sua filha em 2018: “O Grande Desafio das Pequenas Coisas”.  O livro culminou a partir de um projeto que começou despretensiosamente, como uma ação lúdica para melhorar a interação com Marina, sua filha, a qual tem uma comunicação diferente, pois ela é enquadrada no TEA (Transtorno do Espectro Autista).

Rodrigo Bueno (Rio de Janeiro) – Ilustrador e Designer Gráfico. Pai das gêmeas Margarida e Iolanda. Autor do livro Bebegrafia, uma aventura em quadrinhos sobre primeiro ano de vida de duas famílias e seus bebês e narrado em primeira pessoa pelos dois pais cartunistas. Criador do @diarioilustradodapaternidade e da web série Paternosfera (publicado pelo portal Lunetas).

SERVIÇO:

Exposição “Visualidades na/para/da/com a maternidade e paternidade contemporâneas”

Até o dia 8 de junho

Biblioteca Municipal Mario de Andrade

Rua Carlos Gomes, 1729 – Centro – Araraquara/SP

(16) 3301-5189

Gratuito

Fonte: Prefeitura de Araraquara