Tempo e Memória são temas de exposição na Galeria de Arte da Hebraica

Artista plástica utiliza pedra bruta e materiais transparentes como suportes para exposição

Com retratos de época, pó de mármore, pedra bruta e materiais extremamente leves, Meiri Levin expõe, a partir de 28 de março, na Galeria de Arte da Hebraica, a mostra “Pormenores”. São séries que despertam no público “um novo olhar”. Focando em minúcias e detalhes, a artista plástica apresenta obras inéditas e intimistas sobre Tempo e Memória. A abertura da exposição será no sábado, 28, do meio-dia às 15 horas e a visitação até 5 de maio. A entrada é Catraca Livre.

Exposicao Pormenores 7

Obra da exposição “Pormenores”, de Meiri Levin, na Galeria de Arte da Hebraica

 

Intimista, “Pormenores” é, segundo Meiri Levin, “uma exposição para se ver de perto, focar nos detalhes”. As séries destacam o contraponto entre o peso das pedras e a leveza dos materiais transparentes: “ambos cumprem a função de aprisionar Tempo e Memória”, explica Levin.

Tempo e Memória são destacados nas obras, que utilizam telas e pedra bruta como suporte para fotos tiradas de “álbuns de família”. Personagens do passado, se universalizam, tornam-se retratos de época , que presos no tempo, se eternizam. O material utilizado – técnica mista.

Com 40 anos de carreira, Meiri Levin já realizou exposições individuais em espaços como Masp, Centro Cultural São Paulo, Paço das Artes, Mube, na própria Galeria de Arte da Hebraica, entre outros. Confira algumas obras em exposição:

 

Exposicao Pormenores 3-450x4711

 

 

Exposicao Pormenores 1-450x4451

Fonte: Catraca Livre