SESC São Paulo: especialistas debatem políticas de acervo

O Centro de Pesquisa e Formação do SESC São Paulo realiza, no dias 18 e 19 de outubro, das 10h às 18h, o encontro “Políticas de acervo e o Museu da Imigração como estudo de caso”.

No contexto atual, em que os museus estão consolidados como espaços de representação, de memória e de questionamentos sobre as sociedades em que estão inseridos, torna-se cada vez mais essencial discutir o colecionismo por meio de documentos como as políticas de acervo.

E para que seja de fato relevante, é preferível que o faça de forma colaborativa, com diversos interlocutores, recuperando trajetórias e de decisões institucionais, estreitando vínculos com diferentes públicos, e realizando projeções quanto ao desenvolvimento das coleções.

18/10 
10h as 10h20 
Abertura
Com Regina Ponte e Alessandra Almeida

10h20 as 13h30
Workshop “Meaning Making”: Construindo sentidos
Com Danielle Kuijten

14h30 às 18h 
Apresentação do acervo do Museu da Imigração pela equipe técnica

19/10.
10h às 13h
Mesa redonda “Colecionando patrimônios – o caso do Museu da Imigração”
Apresentação dos principais tópicos de discussão da política de acervo do MI, seguida de debate a partir das questões orientadoras:

O que é o patrimônio da imigração e qual o papel do Museu em relação a ele? Como colecionar o contemporâneo no contexto de um Museu? Colecionar é a única forma de construir e preservar memórias? Como construir propostas colaborativas/participativas que envolvem o acervo do Museu da Imigração? De que maneira é possível integrar as coleções do Museu da Imigração a partir desse novo cenário que se desenha para a instituição e seu acervo?

Com Danielle Kuijten, Mariana Martins, Marília Bonas e Juliana Monteiro.

14h às 18h 
Formação de grupos de trabalho
Grupos de trabalho a partir da discussão das questões apresentadas acima.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600.

Palestrantes
Mariana Esteves Martins: Mestre em história social, professora do Centro Universitário Belas Artes e coordenadora técnica do Museu da Imigração

Regina Ponte: Coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria Estadual de Cultura.

Danielle Kuijten: Mestre em Museologia pela Reinwardt Academy em Amsterdã. Vice-presidente do COMCOL/ICOM.

Juliana Monteiro: Museóloga e mestra em ciência da informação. Professora do curso técnico de Museologia da ETEC, membro do COMCOL/ICOM e consultora freelancer.

Marília Bonas: Mestre em Museologia Social, especialista em museologia. É ex-diretora do Museu da Imigração e atual coordenadora do Memorial da Resistência.

Alessandra Almeida: Diretora executiva do Museu da Imigração e Museu do Café, atuou por 12 anos como gerente jurídico e controller do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, é formada em direito com pós graduação em direito processual civil e especialização em administração pela Fundação Getúlio Vargas.

Serviço

“Políticas de acervo e o Museu da Imigração como estudo de caso”
Onde: CPF SESC São Paulo
Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar, Bela Vista
Data: 18/10/2017 a 19/10/2017
Dias e Horários: Quarta e Quinta, 10h às 18h

As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de setembro às 14h, no site do Centro de Pesquisa e Formação (http://centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br/) ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Grátis

Fonte: Centro de Pesquisa e Formação SESC São Paulo