Seleção para cargos de diretores do Museu da Inconfidência e do MHN estão abertas

Foram publicados no Diário Oficial da União do dia 24 de novembro, os Chamamentos Públicos nº 9/2020, para preenchimento do cargo de Diretor do Museu Histórico Nacional, situado no Rio de Janeiro (RJ), e nº 10/2020, para preenchimento do cargo de Diretor do Museu da  Inconfidência, em Ouro Preto (MG).

As seleções para os referidos cargos serão realizadas mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados na análise de Currículo, Declaração de Interesse e de Plano de Trabalho. As inscrições para a seleção estão abertas até o dia 22 de janeiro de 2021.

O cargo de diretor do Museu Histórico Nacional será correspondente ao Grupo-Direção e Assessoramento Superiores de nível DAS 101.4.

Podem se candidatar ao cargo servidor(a)s público(a)s ou não, que tenham formação acadêmica em nível superior; experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações do Governo ou entidades da sociedade em geral; conhecimento de políticas públicas, preferencialmente, do setor museológico ou cultural.

O candidato deverá encaminhar toda a documentação exigida no edital para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no assunto: “Chamada Pública Museu Histórico Nacional”.

Já o cargo de diretor do Museu da Inconfidência será correspondente à Função Comissionada do Poder Executivo – FCPE 101.4.

Poderão concorrer ao cargo somente servidor(a)s público(a)s, com formação acadêmica em nível superior; experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações do Governo ou entidades da sociedade em geral; conhecimento de políticas públicas, preferencialmente, do setor museológico ou cultural.

O candidato(a) deverá encaminhar toda a documentação exigida no edital para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no assunto: “Chamada Pública Museu Inconfidência”.

Revogação de Chamamento anterior

Em maio deste ano, os chamamentos abertos em 2019 para os referidos cargos foram revogados em função da publicação da Portaria nº 13.623 do Ministério da Economia, em 10 de dezembro de 2019. A Portaria determinou o redimensionamento do quantitativo de Unidades Administrativas de Serviços Gerais (Uasg), além da centralização dos processos de compras e gestão de contratos. Feitas as devidas adequações, as atividades administrativas dos gestores dessas unidades foram alteradas, o que impactou no perfil desejado para tais cargos.

Todas as informações sobre os Chamamentos Públicos para preenchimento para os cargos de diretores do Museu da Inconfidência e do Museu Histórico Nacional podem ser encontradas aqui.

Fonte: IBRAM