Secretaria de Cultura e Economia Criativa realiza festival de viola

Contemplado pelo programa de fomento ProAC Expresso LAB, “Violeiros do Brasil” reúne 14 violeiros, entre mestres consagrados e jovens tocadores, para mostrar a história e a nova cara da viola brasileira

Amantes das modas de viola não podem perder o festival “Violeiros do Brasil”, com shows virtuais e gratuitos, que reunirá violeiros – mestres consagrados e jovens convidados – para apresentar os vários percursos do instrumento no Brasil, interpretado por seus maiores tocadores. 

Projeto apoiado pelo Governo de São Paulo e Governo Federal por meio do ProAC Expresso LAB, o festival traz nomes como Adelmo Arcoverde, Fernando Deghi e Ivan Vilela, entre outros.  O projeto tem o apoio do Museu da Casa Brasileira.

As apresentações acontecerão nos dias 17, 18, 24 e 25, sempre às 20h, com inserções de trechos gravados do projeto, além de trazer uma roda de conversa virtual com a presença de Carmelita de Moraes (curadora do projeto Música no MCB), Myriam Taubkin (criadora do Projeto Memória Brasileira, idealizadora e diretora musical do festival Violeiros do Brasil) e os artistas Roberto Corrêa, Pereira da Viola, Laís de Assis e Neymar Dias. A transmissão será gratuita pelo canal http://www.youtube.com/taubkinmy

Programação

Dia 17/4 – Adelmo Arcoverde e Laís de Assis
Dia 18/4 – Paulo Freire e João Paulo Amaral
Dia 24/4 – Ivan Vilela e Bruno Sanches
Dia 25/4 – Roberto Corrêa e Cacai Nunes

Balanço da Lei Aldir Blanc

Em 2020 foram concluídas as etapas necessárias para assegurar a destinação, por meio da Lei Aldir Blanc, de R$ 272,1 milhões ao setor cultural e criativo de São Paulo. Ao todo, o Governo do Estado recebeu R$ 281,8 milhões do Governo Federal, sendo R$ 264,1 milhões relativos à cota original do Estado e R$ 17,6 milhões provenientes da reversão de valores não utilizados por municípios. O índice de execução, portanto, foi de 100% do valor recebido inicialmente e de 96,9% do total recebido.

Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa