SÃO PAULO: MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA REÚNE TRADUTORES DE JOÃO CABRAL DE MELO NETO

Evento faz parte da série de homenagens aos cem anos do autor de Morte e Vida Severina e acontece dia 13 de março

Em 2020, o Memorial da América Latina faz homenagem aos cem anos do escritor João Cabral de Melo Neto, consagrado pela obra “Morte e Vida Severina”, que seriam completados em 9 de janeiro. Entre as atividades que acontecem ao longo do ano, em comemoração à data, está a mesa de debate “As traduções de João Cabral de Melo Neto na América Latina”, dia 13 de março, com o equatoriano Iván Carvajal Aguirre, o inglês John Milton, Antonio Carlos Secchin, membro da Academia Brasileira de Letras, e a diretora do Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL), Luciana Latarini Ginezi.

Além de autor de uma das mais importantes obras da literatura brasileira, “Morte e Vida Severina”, João Cabral também é reconhecido pela atuação como diplomata em diversos países.

Os participantes da mesa são especialistas e tradutores do poeta João Cabral para o espanhol e para o inglês. O acadêmico Antonio Carlos Secchin é o maior especialista na obra de João Cabral de Melo Neto. O equatoriano Iván Carvajal Aguirre é filósofo e ensaísta e John Milton é professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. O evento é destinado a acadêmicos, alunos de tradução ou línguas e interessados em geral e propõe discorrer sobre os desafios da tradução de um autor conhecido pelo rigor estético dos seus textos.

O evento é gratuito e aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia.

SERVIÇO
Mesa de Debate: “As traduções de João Cabral de Melo Neto na América Latina”.
Com Antonio Carlos Secchin, Ivan Carvajal e John Milton. Mediação: Luciana Latarini Ginezi
13 de março, das 10h às 13h
Biblioteca Latino-Americana | Portões 2 e 5
Entrada Gratuita
Classificação livre

Fonte: Sec. de Cultura de SP