Saiba como foi a cerimônia de doação de obras ao Museu Lasar Segall em SP

O acervo do Museu Lasar Segall, em São Paulo (SP), vinculado ao Ibram/MinC e dedicado à obra do pintor, escultor e gravurista brasileiro nascido na Lituânia, recebeu uma contribuição expressiva na sexta-feira (29). Por iniciativa do neto do artista, Mario Segall, 110 obras de um dos pioneiros da arte moderna no país foram doados à instituição.

A cerimônia de doação das obras contou com a presença da ministra da Cultura, Marta Suplicy, do presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, do diretor do Museu Lasar Segall, Jorge Schwartz, e de Maurício Segall, filho do artista, entre outros convidados.

O evento foi marcado pela emoção. A ministra Marta ressaltou a grandeza da doação e o inestimável valor artístico do conjunto doado, com parte dele já aberto à fruição de toda a população. “Esse gesto demonstra a importância de se aprender com a família o valor da Cultura”, declarou.

Pertencentes à coleção particular de Mario Segall, as obras doadas incluem 12 pinturas – sendo quatro sobre tela e oito sobre papel –, 18 gravuras e 80 desenhos.

“De minha parte, não fiz nada a mais do que faria meu pai, com quem aprendi que arte só vale se for compartilhada, dividida com potencial para sensibilizar, bem como mexer com os seres humanos a ponto de fazê-los refletir e atuar ativa e criticamente sobre seu mundo”, disse o neto do artista. Mário comentou, ainda, que seu avô tinha o hábito de doar as obras que criava.

As obras agora se somam aos mais de três mil bens preservados pela instituição fundada em 1967 – entre documentos, fotografias, objetos, matrizes de gravuras e mobiliário. Veja mais fotos da cerimônia no canal de imagens do MinC.

Fonte: Ascom/Ibram