Receitas tradicionais de famílias migrantes é o tema de ‘Migrações à mesa’

Caderno-de-Receitas TV

O Museu da Imigração está à procura de cadernos de receitas para compor seu próximo projeto, a exposição temporária “Migrações à mesa”, que estreia no mês de setembro de 2016. A ideia é que esses cadernos familiares – com origens migrantes – façam parte de um módulo da nova exposição. Para participar da primeira etapa, os interessados devem enviar duas fotos (uma da capa e outra do interior do caderno) e um breve texto sobre a história do objeto para pesquisa@museudaimigracao.org.br, até 30/03/2016.

O MI compreende a culinária como um patrimônio imaterial de culturas, e já propõe ações que vão além do seu acervo, como a captação de história oral e programações culturais como a Festa do Imigrante e os workshops culinários “Temperos do Mundo”.

Com o “Migrações à mesa”, essa proposta se expande, já que a temporária pretende mapear, pesquisar, problematizar e comunicar acervos, receitas e práticas de grupos imigrantes e migrantes, tanto de períodos passados quanto do presente. Desse modo, é interessante que os cadernos sejam de diferentes períodos e possuam anotações, manchas e detalhes que ajudem a contar as histórias de famílias que encontraram seu lar em São Paulo.

O ineditismo da exposição é sua parceria com os proprietários dos cadernos, que além do empréstimo, irão auxiliar narrando a história do objeto e ajudarão a pensar questões pertinentes ao conjunto selecionado. No total, serão dez cadernos expostos e a seleção priorizará a maior diversidade possível no que se refere às origens dos imigrantes e migrantes e dos próprios objetos.

Regulamento

Sobre os cadernos de receita que serão privilegiados:

1 – Serão selecionados até 10 cadernos de receita.

2 – Eles devem ser ou ter pertencido a imigrantes ou migrantes e/ou ter sido passado de pais para filhos ou avós para netos, etc.

3 – Devem se relacionar com histórias de família.

4 – Podem ter manchas, anotações nas bordas, elementos colados e qualquer outro tipo de sinal de uso. Isso não será um fator de exclusão.

5 – A seleção dos cadernos priorizará a maior diversidade possível no que se refere às origens dos imigrantes e migrantes e dos próprios cadernos.

6 – Os cadernos podem dizer respeito a diferentes períodos, a partir da década de 1880. Objetos mais atuais também podem ser apresentados.

7 – Serão priorizados cadernos de receitas de famílias residentes na cidade de São Paulo, por conta das etapas do projeto.

Sobre deveres e direitos:

1 – Os cadernos deverão ser deixados sob custódia temporária no Museu da Imigração, que se responsabilizará pelo seguro e preservação adequada dos itens. Todos os proprietários deverão assinar um termo de entrega dos cadernos no ato de sua seleção.

2 – Os cadernos ficarão impossibilitados de serem usados no período de duração do projeto, tendo em vista a necessidade de resguardá-los para uso nas diferentes atividades propostas.

3 – Em hipótese alguma o Museu da Imigração se comprometerá em ficar permanentemente com os cadernos ou quaisquer outros objetos deixados pelos proprietários em custódia temporária. Ao término das atividades, os respectivos proprietários deverão retirar no local todos os seus pertences, ficando autorizado o Museu a descartar quaisquer itens após 90 dias da data de término oficial das atividades, caso os mesmos não sejam recolhidos.

4 – Todos os participantes selecionados deverão autorizar o registro de sua imagem e voz, bem de seus pertences, para uso posterior do Museu em atividades de divulgação do projeto em diferentes meios de comunicação (como imprensa e internet) e em outras atividades futuras de cunho cultural que venha a realizar, respeitando a legislação vigente de direitos de personalidade.

5 – Após a seleção, a participação nas atividades deve ocorrer de forma voluntária e espontânea, sem criação de nenhum vínculo empregatício por parte do Museu da Imigração.

6 – Os participantes serão convidados a participar de atividades em horário comercial, durante os dias úteis da semana, e eventualmente aos sábados e domingos. É importante que o participante se comprometa a participar, tendo em vista que a coerência do projeto se baseia nisso. O selecionado que faltar a mais de dois encontros consecutivos poderá ser eliminado do projeto, devendo retirar seus pertences dos museu conforme item 3.

Serviço
Museu da Imigração busca cadernos de receitas para nova temporária
Envio do material: até 30/3/2016 para pesquisa@museudaimigracao.org.br
Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca – São Paulo
Gratuito