Projeto do Museu Catavento visita cidades da Região Metropolitana de São Paulo

O projeto “Museu Catavento – a ciência mais perto de você” está na estrada em outubro. Em sua primeira semana em trânsito, o caminhão visitou os municípios de Rio Grande da Serra, Mauá, Ribeirão Pires e Embu-Guaçu — recebendo, ao todo, 1,8 mil visitantes. A ação é parceria da Secretaria da Cultura do Estado com a Organização Social Catavento Cultural e Educacional.

O objetivo da mostra itinerante é levar um pouco do que é realizado no Museu Catavento – museu de ciências, a diversos municípios do Estado de São Paulo. Em uma carreta serão apresentados de forma simples, divertida e interativa experimentos científicos para as cidades visitadas.

Dentro da carreta há nove instalações que fazem parte do Museu, localizado na cidade de São Paulo e apresentadas aos visitantes por dois mediadores. Ela fica de dois a três dias em cada município, com doze apresentações diárias, com duração de 25 minutos, cada uma com capacidade de receber 25 crianças. O público alvo é composto principalmente por escolas.

Confira os experimentos expostos:

– Bancada dos venenosos
A bancada dos venenosos apresenta alguns animais que, apesar de culturalmente conhecidos como perigosos, podem ter seu veneno utilizado para produção de remédios.

– Gerador Van de Graaff
O Van de Graaff é um experimento desenvolvido para gerar tensões elétricas (voltagens) muito altas. Ao tocar a esfera do gerador às cargas que ali estão se transferem para o nosso corpo e tendem a escapar pelas extremidades, por isso se acumulam em nossos cabelos. Como cada fio de cabelo possui o mesmo tipo de carga, essas cargas irão se repelir deixando o cabelo “em pé”.

– Pista de Embriaguez
Esta instalação simula o efeito visual da embriaguez. O objetivo é andar na pista sem encostar nos obstáculos. A pista é uma simulação da cidade e os obstáculos poderiam ser carros ou postes.

– Bicicleta Geradora
Um gerador está acoplado à roda que é movimentada pelos pedais e transforma energia mecânica (produzida pela pessoa que pedala) em energia elétrica. A energia elétrica produzida é utilizada para acender um painel.

– Gire como Patinadores
O experimento reproduz o giro de uma bailarina. Quanto mais próximo o corpo está do centro do equipamento maior será a concentração de massa, o que ocasionará o aumento da velocidade de giro. Porém ao se afastar a velocidade de giro diminuirá.

– Terrário
O Terrário reproduz um micro ecossistema dentro de um recipiente fechado, onde há plantas, terra, água e ar. Para que haja vida é necessária a exposição à luz, que possibilita a fotossíntese. Nesse sistema tudo se renova respeitando os ciclos da água, do carbono, do nitrogênio e do oxigênio.

– Exposição Paisagens Cósmicas
A exposição foi desenvolvida para divulgar a Astronomia na sociedade, tomando como referência o aniversário de 400 anos das primeiras observações telescópicas do céu feitas por Galileu Galilei. Com curadoria científica e texto final de Angusto Damineli (IAG-USP), a exposição leva o visitante a explorar o Universo por meio de imagens em uma viagem da Terra ao Big Bang.

– Água e óleo
Essa instalação demonstra que água e óleo não se misturam, um efeito bastante conhecido pelas pessoas, o experimento explica o fenômeno através das diferenças de polaridade e densidade dos líquidos.

– Globo do Relevo
Nesse globo é possível observar os relevos formados em nosso planeta em decorrência do constante movimento das placas tectônicas.

Fonte: Museu Catavento