Projeto Colhendo Memórias realiza apresentação especial no dia 7 de dezembro

Apresentação aberta à comunidade do Engenho Central em Pontal faz parte da contrapartida social do Projeto

No dia 7 de dezembro, o Projeto Colhendo Memórias: Museu e Escola realizará uma apresentação especial aberta à comunidade rural da fazenda Engenho Central, localizada em Pontal, espaço que acolhe o Museu da Cana. A apresentação marca o encerramento das atividades desenvolvidas no segundo semestre de 2019 e faz parte da contrapartida social do Projeto.

Realizado em parceria entre Comunica Relações Públicas e Museu da Cana, por meio do ProAC ICMS, patrocínio da Biosev, e apoio institucional da Prefeitura de Pontal, o Projeto é uma iniciativa do Museu da Cana para preservação do patrimônio cultural imaterial acolhido na fazenda Engenho Central de forma a reconhecer e promover a diversidade cultural manifesta na região.

“O Colhendo Memórias é uma iniciativa que envolve ações direcionadas ao Ensino Fundamental, mas também reúne uma série de outras iniciativas relacionadas à difusão da história do trabalhador rural, evidenciando seu protagonismo no cenário da sucroenergia não só pelo seu trabalho, mas também por sua produção simbólica”, explica a proponente e produtora executiva do projeto, Maria do Carmo Silva Esteves.

Ao longo do segundo semestre de 2019, o Projeto impactou um público de aproximadamente 700 pessoas, sendo a maioria alunos do 4º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas da cidade de Pontal.

A cada semana, às quartas-feiras, um grupo diferente de alunos foi até o Museu no período da manhã e da tarde, onde foram recebidos com um cortejo e tiveram contato com a cultura caipira por meio de diversas linguagens artísticas: um teatro muito divertido cheio de histórias baseadas naquelas vividas pelos antigos moradores do Engenho Central e canções produzidas especialmente para o projeto. As visitas de todos os grupos de crianças eram finalizadas com a produção dos estandartes e uma roda de ciranda especial.

Antes da visitação ao Museu, diversas ações educativas foram realizadas pelos professores nas escolas, usando material didático desenvolvido exclusivamente no projeto. Nas aulas, as crianças conheceram a história do cultivo da cana-de-açúcar, que passa pelas lavouras de café e vai até o boia-fria e ao novo perfil do trabalhador rural. Também foram nas aulas que os alunos tiveram a oportunidade de saber mais sobre as festas e celebrações, como a da Companhia dos Santos Reis, que se mantêm vivas até hoje no entorno do Engenho Central.

Fonte: Projeto Colhendo Memórias