Projeto beneficia instituições paulistas com acervos museológicos de arte sacra

Com o apoio do SISEM-SP, o Museu de Arte Sacra realiza ação para inventariar os materiais distribuídos em São Paulo; primeira etapa foi entregue no dia 17/12/2013

Museu de Arte Sacra de Iguape

Museu de Arte Sacra de Iguape – foto Elizabeth Amaral

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância ligada à Secretaria de Estado da Cultura, e o Museu de Arte Sacra de São Paulo, estão promovendo um projeto para inventariar os acervos sacros distribuídos pelo Estado de São Paulo. No último dia 17 de dezembro, foi entregue a primeira etapa do projeto, em uma cerimônia na sede da Secretaria. Foram contempladas 17 instituições, incluindo igrejas e seminários, do litoral e da região metropolitana de São Paulo, com a catalogação de 1614 peças de arte sacra, de várias tipologias, em diversos estágios de conservação.

O “Inventário Paulista de Acervos Museológicos de Arte Sacra” teve início a partir de uma ação do SISEM-SP, em 2012, que previu a articulação das instituições, com a concepção de redes temáticas entre os museus de diferentes tipologias, em busca da preservação do patrimônio museológico paulista.

Para Davidson Kaseker, diretor do SISEM-SP, a ação reveste-se de importância, pois além de contribuir para a preservação e salvaguarda dessas acervos, também favorece o fortalecimento da rede temática dos museus paulista do gênero.

“A iniciativa tem como objetivo assegurar a proteção, a pesquisa e a difusão do patrimônio museológico de arte sacra paulista, que se encontra não só em instituições museais com os mesmos perfis, mas em museus de arte, museus-casa, museus históricos e pedagógicos e museus de cidade”, comenta Kaseker.

A segunda fase, prevista para acontecer em 2014, atenderá os equipamentos do Vale do Paraíba, da capital e das regiões administrativas de Campinas e Sorocaba. Até 2015, participarão do projeto 71 instituições culturais, em 55 municípios, em todo o Estado.