Projeto Aprender com a Pinacoteca, da Fundação Volks, leva estudantes ao museu em Taubaté

Exposição “Pelos caminhos de Taubaté: Identidade, Patrimônio e Cidade”, apoiada pela Fundação Volkswagen, apresenta obras de artistas taubateanos que vivenciaram na Europa o desenvolvimento da Arte Moderna

O projeto Aprender com a Pinacoteca, desenvolvido pela Fundação Volkswagen em parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo, inicia neste mês a etapa de visitas dos estudantes da rede municipal de ensino ao Museu da Imagem e do Som de Taubaté – Mistau. As visitas monitoradas visam promover aprendizagem de leituras de obras de arte e oferecem subsídios para a educação patrimonial, por meio da atuação de mediadores no museu, especialmente preparados para atender os grupos de estudantes.
 
Até o final do ano, mais de 50 visitas monitoradas serão realizadas, beneficiando aproximadamente 1.500 alunos da rede municipal de ensino.
 
No museu, os visitantes poderão conhecer a exposição “Pelos caminhos de Taubaté: Identidade, Patrimônio e Cidade”, também apoiada pela Fundação Volkswagen. A exposição conta com duas obras do acervo da pinacoteca Anderson Fabiano: uma de Georgina de Albuquerque (1885-1962) e uma de Francisco Leopoldo (1879-1948), ambos nascidos em Taubaté e que vivenciaram na Europa o movimento histórico de transformações na arte, o desenvolvimento da Arte Moderna. A exposição é aberta ao público e tem entrada gratuita.
 
Ao final da visita cada estudante receberá um “passaporte”, com o título “Meus Lugares: pelos caminhos de Taubaté”. A publicação contém uma ficha de identificação, questionário sobre seus costumes e preferência, dicas de turismo, curiosidades sobre a cidade, espaço para anotações do cotidiano e dos passeios por Taubaté, convidando o aluno a construir sua própria memória.
 
Segundo a diretora da Fundação Volkswagen, Conceição Mirandola, os educadores poderão trabalhar com seus alunos atividades visuais, musicais, corporais ou verbais, abordando conteúdos e discussões tratadas nas leituras de imagem. “Trazer o projeto Aprender com a Pinacoteca para Taubaté possibilitou fazer um mapeamento do patrimônio cultural local e ainda incrementar o acervo do Mistau com algumas obras da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Com a exposição, os professores de Arte que participam do projeto e seus alunos passam a ter a experiência de aprendizagem de arte dentro do museu, bem como o público geral da região que poderá visitar gratuitamente a exposição”.
 
Em Taubaté, o projeto Aprender com a Pinacoteca é realizado com a parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Taubaté, com apoio do Ministério da Cultura e da, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.
 
Exposição
 
A exposição “Pelos caminhos de Taubaté: Identidade, Patrimônio e Cidade” tem entrada gratuita e está aberta à visitação até o dia 10 de dezembro no Museu da Imagem e do Som, de terça à sexta das 8h às 12h e das 14h às 17h30, sábados e domingos das 8h às 12h. O museu fica na Avenida Thomé Portes Del Rey, nº 761 – Jardim Ana Emília.
 
O Museu de Imagem e Som de Taubaté foi inaugurado em 6 de setembro de 1995 e está subordinado à Divisão de Museus, Patrimônio e Arquivo Histórico da cidade. Seu espaço físico conta com um auditório e sala de projeção com capacidade para 50 pessoas, ilha de edição e equipamento de vídeo digital, terminal de áudio, laboratório e acervo fotográfico, arquivo histórico, biblioteca e hemeroteca, além da exposição permanente Exposição Permanente ”Taubaté na História do Brasil”.
 
Fonte: Diário de Taubaté