Programa Saber Museu oferece curso sobre Conservação Preventiva para Acervos Museológicos

On-line, participação na atividade é gratuita

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) desenvolveu o curso Conservação Preventiva para Acervos Museológicos  com informações básicas necessárias ao desenvolvimento de ações de conservação preventiva para bens culturais musealizados, principalmente, quanto a atividades de higienização, manuseio, guarda e transporte. As inscrições estão abertas e podem ser feitas clicando aqui.

A atividade, que faz parte do Programa Saber Museu, abordará informações gerais de conservação preventiva para diversos suportes, tais como vidro, madeira, couro, tecido, orientando os profissionais na formulação de estratégias que minimizem as ações dos agentes de degradação, de acordo com o contexto e tipo de material de cada acervo preservado no museu.

A conservação preventiva é um conjunto de ações necessárias para desacelerar ou minimizar o processo de degradação dos bens culturais, sendo, portanto, uma ação fundamental a ser desenvolvida por qualquer museu. A falta de informação, a ausência de profissionais capacitados e as limitações financeiras tornam a conservação uma ação menos prioritária e até ausente em diversas instituições museológicas. Pensando nisso, o Ibram desenvolveu o curso, estruturado em sete módulos e com carga horária de 40h.

Conteúdo Programático

Módulo I: Conceitos básicos
Módulo II: Constituição física dos acervos e principais agentes de deterioração
Módulo III: Diagnóstico das condições ambientais
Módulo IV: Equipamentos e materiais de conservação
Módulo V: Higienização
Módulo VI: Manuseio e transporte
Módulo VII: Embalagem e acondicionamento

Fonte: Saber Museu