Por que você deve levar seu filho a museus?

Levar seu filho a um museu pode ser divertido e educativo. Nesses ambientes a criança tem a oportunidade de conhecer, apreciar e, principalmente, respeitar estilos diferentes.

Eu sempre levei meus filhos a museus, teatros, cinemas e festivais. Acredito que assim, além de ampliar o repertório cultural da criança, ela também se torna mais inclusiva. Afinal, ao observar uma obra de arte a criança poderá gostar ou não, mas terá que respeitar a expressão do artista. Sempre acreditei nisso e constato hoje que meus filhos, além de terem gosto pela arte, respeitam o que é diferente.

Quando você leva seu filho a um museu, você contribui para que ele desenvolva um olhar atento a tudo que lhe rodeia e ainda amplia seu repertório cultural. Os museus guardam a história de um povo e visitá-los nos possibilita entender quem somos e saber mais sobre o mundo em que vivemos.

560x420xlevar-filhos-no-museu.jpg.pagespeed.ic.7bNnJaYKKE
E saiba, visitar museus não é programa só para adultos. É só planejar e lembrar que seu filho é uma criança e seu tempo é diferente do tempo do adulto. Não dá para ir a um museu com seu filho pequeno e ficar lendo cada informação e observando vagarosamente cada obra. Para isso, você volta depois, sem o filho. Permitir que a criança conheça esse ambiente, aprecie, se divirta e saiba se comportar nele são os objetivos principais.

Na Europa é comum os turistas se misturarem a excursões escolares que visitam os museus. Crianças pequenas e maiores vão conhecer e apreciar arte. É preciso começar desde bem pequenas!

Aqui no Brasil, de maneira mais tímida, as escolas têm levado as crianças a museus, principalmente para complementar algum projeto desenvolvido em sala. Mas acredito que é tarefa da família proporcionar esses momentos de fruição para que os filhos possam desenvolver o gosto pela arte. A escola apenas complementa.

Outro dia visitei a exposição ARTE À PRIMEIRA VISTA: PÁGINAS DE UMA HISTÓRIA, uma mostra de arte contemporânea dedicada às crianças e que me inspirou a escrever este artigo. A exposição reuniu 86 obras de Lygia Clark, Regina Silveira, Mira Schendel, Geraldo de Barros, Leonilson e FransKrajcberg. Eram obras interativas que possibilitavam às crianças desenhar e brincar com elas. Muito interessante! Fique de olho se chegar aí na sua cidade. Vale levar seu pequeno para aprender e se divertir.

Então, mãe, vamos lá! Escolha um museu e convide seu pequeno para um passeio. Fale para ele como deve se comportar e sobre o que vão ver. Entre no museu e aprecie junto com seu filho o ambiente. Não precisa ficar muito tempo, vá no ritmo dele. Pare nas obras que chamarem a sua atenção, esteja por conta dele. Você vai ver como pode ser divertido e ao mesmo tempo muito educativo.

Fonte: Mães que educam