Pesquisador britânico questiona cultura do “selfie” como registro da memória dos acontecimentos

andrewhoskins

Andrew Hoskins, da Universidade de Glasgow, discute o tema em evento gratuito no Masp

Como as tecnologias digitais e a cultura do selfie estão alterando a forma de testemunhar e compartilhar o registro dos acontecimentos atuais? Esse será o tema do debate com o pesquisador Andrew Hoskins, da Universidade de Glasgow, no 8º Fórum de Gestão do Conhecimento, Comunicação e Memória. O evento acontece dia 19 de agosto, no Grande Auditório do MASP, em São Paulo.

Hoskins tem se dedicado a entender como as mídias sociais têm mudado o entendimento sobre o passado e a memória. Ele pesquisa o que define como iMemory, ou seja, uma “memória digital”, na qual a tecnologia se tornou essencial para os processos pelos quais nos lembramos das coisas. É uma forma visual de se lembrar, que não tem a mesma permanência da recordação analógica, da era pré-digital. Para Hoskins, essas imagens e episódios de um passado que estavam esquecidos são trazidos de volta às redes sociais, mas aparecem misturados a milhares de outras imagens de um presente “virtual”.

Hoskins considera que a compulsão pela conectividade e pelo compartilhamento do selfie (quando a pessoa tira fotografias dela própria e compartilha nas redes sociais) tem acelerado esse processo de esvaziamento da memória. O registro pelos selfies transforma eventos coletivos em vivências individuais que são exibidos nos perfis pessoais de cada um, em meio a várias outras imagens, e acabam banalizando o que deveria ser um registro da memória.

Andrew Hoskins é fundador e editor-chefe da revista Memory Studies e co-editor da série de livros homônima. Atualmente, lidera o ESRC Google Data Analytics Project, que financia projetos voltados a demonstrar o potencial de informações e dados públicos disponíveis na Internet para o desenvolvimento de pesquisas sociais e econômicas.

Inscrição
O Fórum de Gestão do Conhecimento, Comunicação e Memória que é uma iniciativa da Aberje, ECA-USP, Grupo de Estudo de Novas Narrativas, Museu da Pessoa e Memória Votorantim tem as inscrições gratuitas pelo site www.aberje.com.br/forum até o dia 18/08/14 às12h. As vagas para o evento, com tradução simultânea, são limitadas.

Edições anteriores
As edições anteriores do Fórum de Gestão do Conhecimento, Comunicação e Memória já contaram com a participação de: Anna Reading diretora do Departamento de Cultura, Mídia e Atividades Criativas no Kings College, da Universidade de Londres; José Pastore é Doutor Honoris Causa em Ciência pela University of Wisconsin (USA); Joanne Garde-Hansen, pesquisadora da Universidade Gloucestershire; Roberto DaMatta, antropólogo e historiador; Joe Lambert, fundador e diretor do Center of Digital Storytelling; Madelyn Blair, consultora de desenvolvimento organizacional; e Davide Ravasi, consultor e acadêmico italiano. O conteúdo desses encontros pode ser acessado em www.aberje.com.br/forum.

Serviço
Fórum Permanente de Gestão do Conhecimento, Comunicação e Memória
Data: 19 de agosto (terça-feira)
Horário: 9h00 às 12h00
Local: Grande Auditório do MASP – Museu de Arte de São Paulo
Avenida Paulista, 1578 – Cerqueira César – São Paulo/SP

Fonte: Aberje