Painel central da obra ícone de Benedicto Calixto retorna ao Museu do Café

Após restauro, o painel “A fundação da Vila de Santos em 1545”, que completa a obra produzida em 1922, volta ao seu lugar de origem

No dia 29 de abril, o tríptico “A fundação da Vila de Santos em 1545”, do pintor e historiador Benedicto Calixto, retorna do atelier de restauro para o seu lugar de origem: o Salão do Pregão do Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura. A obra pertence a um conjunto maior, composto pelo painel central mais as duas telas “Porto de Santos em 1822 – Visto da Ilha de Braz Cubas” e “Porto de Santos em 1922 – Visto do Morro Pacheco”, produzido em 1922 para ornamentar o espaço mais nobre do Edifício da Bolsa Oficial de Café, onde aconteceriam negociações para definir as cotações diárias das sacas do produto.

As telas passaram recentemente por um período de restauro, pois apresentavam certo grau de degradação ocasionado por antigos retoques de pintura e pela umidade ao longo desses quase cem anos. O projeto, que durou cerca de um ano, foi coordenado por Márcia Rizzo, experiente restauradora que já realizou outros trabalhos com produções de Calixto.

Após o procedimento de análise das obras, 12 profissionais da área de conservação e restauração trabalharam nas etapas de limpeza – que envolveu a remoção de repinturas e antigas massas adicionadas – com o tratamento dos chassis, nivelamento e reestruturação da camada pictórica. De acordo com Márcia, o processo de restauro teve um resultado excelente do qual devolveu quase que completamente as características originais da obra e do que foi feito por Benedicto Calixto.

As telas “Porto de Santos em 1822 – Visto da Ilha de Braz Cubas” e “Porto de Santos em 1922 – Visto do Morro Pacheco” retornaram ao Museu do Café em fevereiro deste ano. Por apresentar maior complexidade de restauro, e o dobro das dimensões das telas laterais, o tríptico “A fundação da vila de Santos em 1545” volta ao seu espaço original três meses depois, e completa a obra que conta a tríade dos fatos heroicos e do desenvolvimento do porto da cidade.

As telas de Benedicto Calixto podem ser conferidas no Museu do Café, que fica na rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Outras informações estão disponíveis no site.