Olímpia tem o primeiro Museu de Arte Sacra do Noroeste paulista

O Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa de Olímpia foi inaugurado em dezembro com a exposição “Arte Sacra para Ver e Sentir”, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e com o Museu de Arte Sacra da capital.

O novo museu está sediano no conhecido Palacete Tonanni, na Rua David de Oliveira, prédio que abrigava o Museu de História e Folclore “Maria Olímpia”. O espaço foi revitalizado mantendo as características originais do prédio, construído em 1910.

A exposição “Arte Sacra para Ver e Sentir” é composta por mais de 60 imagens sacras que são réplicas exatas dos originais. A técnica utilizada na execução das peças é um processo de última geração, baseado em impressão 3D, em ABS (acrilonitrila butanieno estireno), com policromia executada pela Oficina da Memória. As peças estarão expostas no piso superior do prédio.

Já no piso inferior do Museu, a secretaria de Cultura, Esportes e Lazer preparou uma exposição com diversos presépios de artesãos de Olímpia, que também conta com o apoio da Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

A exposição está disponível para visitação ao público até o dia 10 de fevereiro, de terça a domingo, das 15h às 21h, respeitando os protocolos recomendados como a limitação da capacidade do local e uso de máscara.

Fonte: Prefeitura de Olímpia