O Museu Afro Brasil sediará seminário relacionado à trabalho e presença dos povos africanos

O Museu Afro Brasil (São Paulo) sediará um seminário relacionado à Exposição em curso intitulada “Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão”. O Seminário abordará temas relacionados ao trabalho e a presença dos povos africanos na formação do conhecimento científico e tecnológico no Brasil, durante o período da escravidão.

Temos visto ao longo dos anos o crescimento do número de debates e publicações que tratam das nossas heranças culturais africanas em muitos aspectos da sociedade brasileira; áreas como a música, dança, festas populares, culinária, religiosidade e a própria língua portuguesa falada no país têm sido cada vez mais abordadas. Todas estas heranças e influências nos fornecem subsídios para reconstruir as contribuições africanas ao país, que foram muitas vezes ignoradas pela historiografia oficial no passado e engessadas pelo hiato violento da escravidão.

Contudo, o Museu Afro Brasil gostaria de abrir ainda mais o leque da discussão sobre essas contribuições, trazendo-as para a esfera das artes visuais, adornos e para o campo dos trabalhos rurais e urbanos, efetivados durante o período colonial. O objetivo do seminário seria, portanto, lançar luz sobre as contribuições artísticas (incluindo design) e as contribuições tecnológicas (incluindo o trabalho e a mão-de-obra escrava), debatendo questões tais como os ciclos econômicos, a história da escravidão e seus reflexos na sociedade brasileira; a produção de instrumentos de trabalho; a mineração; a metalurgia; as técnicas de construções de edificações, joias e obras artísticas na história do desenvolvimento tecnológico no período escravista.

seminário arte adorno design e tecnologia