Museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa celebram Dia da Mulher

O Dia da Mulher, 8 de março, é celebrado com uma programação especial nos museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Confira:

Museu do Futebol, em parceria com a Nike, vai realizar uma exposição a céu aberto sobre o futebol feminino em toda a extensão da Avenida Paulista.  Entre os dias 5 e 11 de março, a mostra vai resgatar as histórias das atletas e a trajetória do futebol feminino no Brasil. São oito instalações que começam na Consolação e vão até o Paraíso e narram a história, em ordem cronológica, desde os primeiros registros de um time feminino no país, passando pelo ano de 1941, quando um decreto proibiu oficialmente a prática do esporte por mulheres; e das primeiras mulheres que ousaram sonhar e criar uma equipe feminina de futebol, em 1958, até os dias atuais.  

Memorial da América Latina vai inaugurar, no dia 8, a exposição “De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma abordagem humanista”, do fotógrafo Hugo Lenzi em parceria com a jornalista Vera Golik. As imagens da exposição mostram as histórias de mais de 50 mulheres e um homem, entre 18 e 90 anos, de diversos países, origens, etnias e classes sociais, e captam as emoções vividas por eles em cada uma das etapas do câncer.

Museu da Casa Brasileira vai promover, no dia 8, das 15h30 às 18h, uma roda de conversa sobre a atuação feminina no campo do design, com a presença das profissionais Patrícia Amorim, Indaiá Militão, Vanessa Queiroz e Mariana Pezarini, que vão compartilhar suas experiências pessoais e desafios na área.

No Museu da Imagem e do Som – MIS, o público pode aproveitar os últimos dias da Mostra Cate Blanchett, que homenageia os 50 anos de uma das maiores atrizes da atualidade com uma exibição de filmes em que atuou. Na sexta-feira, 8, os filmes exibidos serão: “Não estou lá”, às 18h, e Blue Jasmine, às 20h30.

No dia 8, todas as mulheres que visitarem a Pinacoteca poderão entrar gratuitamente e vão receber um cartão da exposição “Mulheres Radicais: arte latino-americana 1960-1985”. A mostra é a primeira na história a levar ao público um significativo mapeamento das práticas artísticas experimentais realizadas por artistas latinas e a sua influência na produção internacional.

Na Casa das Rosas, uma maratona de edição vai reforçar a presença de artistas mulheres na Wikipedia. Das 14h às 21h, os participantes serão convidados a pesquisar, editar e acrescentar artigos sobre mulheres na plataforma.

No Museu Afro Brasil, acontece a visita temática “Mulheres Negras”, às 13h30, com foco em mostrar a presença de mulheres negras na  exposição de longa duração do museu. No percurso, os visitantes serão instigados a refletir sobre a importância e a contribuição dessas mulheres enquanto artistas, escritoras, líderes religiosas, entre outras personagens fundamentais da história brasileira.

Em Campos do Jordão, o Museu Felícia Leirner realiza, nos dias 9 (às 15h) e 10 (às 10h), o especial “Família no Museu: Carmen, a Pequena Grande Notável”, que vai contar a trajetória da artista portuguesa radicada no Brasil em meio aos jardins do Museu, ressaltando a importância dela como mulher e artista de projeção internacional.

Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa