O museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo ocupa a casa do próprio poeta modernista e tradutor Guilherme de Almeida (1890-1969), e conta com um acervo raro de literatura e arte moderna, com obras dos amigos do autor que visitaram a casa na primeira metade do século XX, tais como Anita Malfatti, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, entre outros. Além de divulgar a obra do artista, é o primeiro centro voltado à tradução literária no país.

Parte do acervo da Casa Guilherme de Almeida é composto por móveis, peças decorativas e objetos de arte do poeta. As visitas são gratuitas e podem ser realizadas de terça a domingo, das 10h às 17h. Devido ao fato de o espaço de circulação interno ser exíguo, as visitas são realizadas com grupos de no máximo 4 pessoas.

A Casa Guilherme de Almeida foi equipada para atender pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Nos fundos do imóvel, há um elevador que dá acesso ao pavimento superior da casa.

Além da visitação, o espaço promove também ampla programação cultural que inclui cursos, oficinas, palestras, mesas-redondas e recitais, sempre relacionados ao campo de atuação de Guilherme de Almeida.

Serviço

Endereço: R. Macapá, 187 – Pacaembu – São Paulo-SP.                                Próximo a Estação Sumaré do metrô (linha verde)

Telefone: +55 (11) 3673-1883 | 3803-8525

Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h.

Ingresso: gratuito

Site: casaguilhermedealmeida.org.br