Museus-Casas Literários: Aniversário de São Paulo é celebrado com atividades on-line

Programação gratuita oferece música, teatro, literatura e oficinas diversas

No dia 25 de janeiro, a cidade de São Paulo celebra seu 467º aniversário. A capital paulista, que exerce grande influência cultural, é homenageada com uma programação on-line e gratuita nos museus Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade. Confira:

Casa das Rosas

Uma das principais características da obra do escritor paulistano Haroldo de Campos é seu caráter cosmopolita. Na atividade “De perdizes às galáxias – O cosmopolitismo de Haroldo de Campos”, Júlio Mendonça – coordenador do Centro de Referência Haroldo de Campos da Casa das Rosas – comenta, valendo-se de trechos de entrevistas do poeta, esse cosmopolitismo conjugado ao fato de Haroldo ter residido toda sua vida no mesmo bairro da cidade de São Paulo.

O evento acontecerá no dia 25 de janeiro, segunda-feira, das 19h às 21h, pela plataforma Zoom. Os interessados devem realizar a inscrição clicando aqui, até o dia 25 de janeiro.

Casa Guilherme de Almeida

A presença africana na música brasileira se manifesta de diversas formas. Se em 1966, Baden Powell “carioquizava” o candomblé com os afro-sambas que compôs com Vinícius de Moraes, meio século depois vivemos um momento inédito com a chegada de músicos de diferentes países africanos à metrópole paulistana.

No filme “Afro-Sampas” é possível observar o que pode acontecer quando músicos dos dois lados do Atlântico são colocados em contato na cidade onde vivem. Yannick Delass (República Democrática do Congo), Edoh Fiho (Togo), Lenna Bahule (Moçambique) e os brasileiros Ari Colares, Chico Saraiva e Meno del Picchia aceitaram o convite para um primeiro encontro no qual experimentam sonoridades, memórias e criatividades. O encontro será no dia 23 de janeiro, sábado, às 15h. As inscrições estão disponíveis até o dia 22 de janeiro, clicando aqui.

Casa Mário de Andrade

Com enfoque em sustentabilidade e meio-ambiente, a aula-show “Água do meu Tietê, onde me queres levar?” apresentará ao público composições de Victor Kinjo baseadas no mesmo rio que outrora inspirou Mário de Andrade a escrever seu último poema, A Meditação sobre o Tietê (1945). Esta atividade acontecerá no sábado, 23 de janeiro, das 16h30 às 18h30 pelo Google Meet. Para participar, basta se inscrever clicando aqui até o dia do evento.

Fonte: Governo de São Paulo