Museu Prudente de Moraes: exposição “Bonecas Antigas”

O Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes recebe a exposição de um dos brinquedos mais antigos e populares do mundo. A mostra Bonecas Antigas, do acervo pessoal da restauradora Cristina Paulon conta com bonecas a partir da década de 1890. A exposição pode ser vista até 27 de janeiro de 2018.

A coleção iniciada com uma pequena boneca de plástico da fábrica Estrela, ao longo do tempo, chegou a mais de 90 peças com exemplares de diversas origens e materiais. São bonecas fabricadas no Brasil, Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, entre outros países.

As mais antigas criadas a partir de 1890 são de massa. Há bonecas de pano e outras fabricadas em celulóide, com cabelos sintéticos ou lã. Estão expostos ainda, vestidos antigos utilizados em bonecas.

De acordo com a curadora Cristina Paulon, a boneca do mundo ocidental surgiu apenas no século XVIII, como manequim de casas de alta moda que atendiam a nobreza. “No Brasil as bonecas de fabricação caseira eram produzidas com massa de papel ou recheio de palha e as cabeças moldadas em massa e recobertas com gesso, além das bonecas de pano. Até as bonecas chegarem às casas de famílias abastadas, foi um longo caminho de adaptações e desenvolvimento de materiais e tecnologia”, explica.

A exposição Bonecas Antigas revela ao público momentos de recordação e reflexão sobre a representatividade feminina sociocultural, nos tempos atuais. Um longo caminho percorrido que vai da bonequinha de luxo criada apenas para enfeite, que passa pela representação social com bonecas donas de casa e mãe, até chegar à mulher de negócios.

Sobre o Museu Prudente de Moraes

Inaugurado em 1957, o Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes está instalado na Casa de Prudente de Moraes, local este em que o primeiro presidente civil do Brasil residiu e advogou; Um dos museus mais antigos do gênero Histórico e Pedagógico do Estado de São Paulo, o Museu foi transferido ao município totalmente restaurado e reestruturado em março de 2010. Dedicado a valorizar e difundir a história, cultura e identidade locais, o espaço oferece à população uma exposição permanente como poucos existentes no interior, que mescla história e tecnologia, e permite visualizar a vida política e privada do patrono, além de curiosidades sobre a urbanização de Piracicaba. Seu acervo é eclético reunindo objetos e mobiliários que pertenceram a importantes figuras piracicabanas entre elas Prudente de Moraes, Luiz de Queiroz, João Sampaio, Barões de Serra Negra e de Rezende, Sud Mennucci, Cobrinha e Fabiano Lozano. Há também grandes obras de artistas plásticos piracicabanos e um variado acervo iconográfico e textual.

Fonte: Museu Prudente de Moraes