Museu Oswaldo Russomano é reaberto em Bragança Paulista, SP

09-10-2013 N5

Quem gosta de conhecer e ver de perto detalhes da história do Brasil tem um bom motivo para visitar Bragança Paulista(SP). Depois de dois anos fechado para reformas, o Museu Municipal Oswaldo Russomano foi reaberto e volta com diversas atrações na cidade.

A espada e a bandeira usadas por Dom Pedro II, há mais de 120 anos, podem ser vistas pelo público novamente. Elas e as mais de 3 mil peças do Museu Oswaldo Russomado ficaram guardadas até que a reforma do prédio terminasse.

O assoalho foi todo restaurado e os papéis de parede foram trocados. O prédio, no centro da cidade, está com pintura nova e também ganhou rampa de acesso e banheiros para pessoas com deficiência. “A reforma era necessária porque o museu é de 1972. Acho que pedia realmente um restauro em várias partes”, afirmou o secretário de Cultura e Turismo da cidade Noy Camilo.

Com a reabertura, mais de 300 escolas já marcaram visita no museu até o fim do ano e os alunos vão poder conhecer melhor a civilização Maia. Objetos, estátuas e fotos históricas fazem parte de uma exposição temporária.

A principal novidade na reabertura do museu, porém, não é nenhuma mudança na estrutura do prédio. A maior atração é um carrinho do pipoqueiro Geraldo Domingues de Camargo, querido por muitos bragantinos. Camargo trabalhou por quase 50 anos na cidade até se aposentar no ano passado.

O principal diferencial do pipoqueiro, era o serviço oferecido e o tratamento aos clientes. “Quando a pessoa precisava e não tinha dinheiro para pagar (a pipoca), eu não esperava ela nem pedir. Eu oferecia a pipoca, a pessoa pegava e ficava tão contente”, disse Camargo.

Agora, quem sentir saudades vai ter pelo menos a oportunidade de ver o carrinho que acompanhou o pipoqueiro nos últimos 13 anos. “A gente acha que não merece o que muitas pessoas estão programando para gente, mas se eles acham que a gente merece a gente aceita com todo gosto”, afirma.

Serviço
O Museu Municipal fica na Rua Coronel João Leme, 520, no centro. Ele funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h. Aos sábados, domingos e feriados o horário de funcionamento é das 10h às 16h. A entrada é gratuita.

Fonte: G1