Museu Índia Vanuíre recebe IV Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus

11112208 940537909318371 8277530053195280232 n

Ação acontece paralela ao V Seminário Museus, Identidades e Patrimônios Culturais, de 30/6 a 2/7/2015; as inscrições estão encerradas

De 30 de junho a 2 de julho, o Museu Índia Vanuíre – instituição da Secretaria de Estado da Cultura administrada em parceria com a ACAM Portinari -, em Tupã (SP), sedia o IV Encontro Paulista Questões Indígenas e Museus e o V Seminário Museus, Identidades e Patrimônio Cultural em coorganização com o Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE/USP). As programações contarão com palestras e conferências relacionadas à temática “Direitos Indígenas no Museu – Novos Procedimentos para uma Nova Política: a gestão de acervos em discussão”.

De acordo com a gerente da instituição, Tamimi Rayes Borsatto, os eventos reunirão um grupo heterogêneo de profissionais, interessados e representações indígenas. “As atividades têm como proposta debater sobre a ética e os novos paradigmas na prática museal relacionada à cultura indígena, além de impactar o trabalho de pesquisa e de parceria do Museu com as grupos indígenas no entorno de Tupã, expandindo para o Oeste Paulista”, explica.

No primeiro dia (30/6), serão abordadas as políticas institucionais do equipamento sede, com a presença dos diretores da ACAM Portinari, Angelica Fabbri e Luiz Antonio Bergamo, e da Diretora do Museu de Arqueologia e Etnologia Maria Cristina Oliveira Bruno. Ao longo da agenda, os direitos indígenas nos contextos nacional e internacional, e relacionados ao papel das instituições de memória, serão discutidos com a presença de Marcio Santilli do Instituto Socioambiental, de José Carlos Levinho do Museu do Índio (Funai) e da coordenadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM-SEC), Renata Vieira da Motta, e do diretor do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), Davidson Kaseker.

Para fechar, às 19h, acontece a abertura da exposição temporária “Uma Vida Vivida – De Geração em Geração” e uma apresentação cultural do grupo Kaingang da T.I. Vanuíre, localizada em Arco-Íris.

Na quarta-feira (1/7), será apresentado o trabalho de Jean Tanguay, do Museus da Civilização de Quebec (Canadá), e pesquisas de diversos profissionais da área acadêmica de São Paulo (USP, Unifesp e Unesp), Minas Gerais (UFMG) e indígenas, além de um encontro de professores-pesquisadores indígenas do Oeste de São Paulo. Às 18h, acontece o lançamento do livro “Questões Indígenas e Museus – Enfoque Regional para um Debate Museológico”.

O último dia começa com a palestra da grande antropóloga Lux Vidal, da USP, com o título “Biografia de um Museu indígena: O Museu Kuahí dos Povos Indígenas do Baixo Oiapoque”, com coordenação de Renato Athias. Encerrando a programação, os trabalhos terão a participação e presença de representantes de museus indígenas: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE-USP), Museu Nacional (UFRJ), Museu do Índio (Funai), Museu Paraense Emilio Goeldi (MCTI) Museu Kuahí dos Povos Indígenas do Oiapoque, no Amapá, Museu Indígena Kanindé e Museu Indígena Jenipapo-Kanindé, no Ceará, e Museu Indígena Kapinawá, em Pernambuco.

Serviço:
Período: 30/6 a 2/7/2015
Local: Museu H.P. Índia Vanuíre (Rua Coroados, nº 521, Centro – Tupã/SP)
Horário: das 8h às 18h
Informações: (14)3491-2333 ou contato@museuindiavanuire.org.br
Adesão: gratuita