Museu homenageia Corpus Christi com a Trajetória de Jesus de Nazaré

Utilizando-se de 20 cenas da trajetória de Jesus, da Anunciação até a Ascensão, o santeiro Wandecok Cavalcanti apresenta esculturas que contam de forma cronológica o recorte da história

O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS-SP, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em celebração às comemorações de Corpus Christi, abre a exposição Trajetória de Jesus de Nazaré, composta por trabalhos executados pelo santeiro Wandecok Cavalcanti e curadoria de Jorge Brandão.

Com núcleos dedicados a passagens bíblicas relevantes – da Anunciação do Anjo a Maria sobre sua gravidez até a Ascensão de Cristo – o artista exibe 38 obras em argila com fortes referencias tanto a arte popular como barroca.

As imagens foram distribuídas de acordo com cada momento da trajetória de Jesus: a Santa Ceia, por exemplo, terá 12 imagens, enquanto a Ascensão de Cristo, apenas uma. As 20 cenas, apresentadas de forma cronológica: 1- Anunciação – Maria e o Anjo, 2- Caminho de Belém, 3- Sagrada Família, 4- Descanso na Fuga para o Egito, 5- Jesus Menino com Maria e José, 6- Cristo faz o Milagre dos Peixes, 7- Jesus é batizado, 8- Jesus com as Crianças, 9- Entrada de Jesus em Jerusalém, 10- Lavapés, 11- A Santa Ceia, 12- Cristo no Horto das Oliveiras, 13- Jesus é Açoitado, 14- Cristo Coroado, 15- Maria Madalena, 16- Jesus e as Mulheres, 17- Jesus é Crucificado, 18- A Descida da Cruz, 19- Nossa Senhora da Piedade com Jesus, 20- Ascensão de Cristo.

As peças foram confeccionadas com terracota e cinco tipos e tonalidades de argila (marfim, preta, creme, shiro e tabaco), recurso utilizado para mostrar e enfatizar detalhes, como cor de cabelo e de rosto, tudo em tom natural, sem nenhum pigmento ou pintura. O que as diferencia é que cada uma tem um ponto de queima. “O barro, por hora, torna-se nobre aplicado ao requinte de detalhes fundamentais para o artista Wandecok Cavalcanti, que neste momento muito maduro, o fez extravasar e aflorar sua devoção nesse conjunto de obras desenvolvido especialmente para narrar a Trajetória de Jesus de Nazaré no Museu de Arte Sacra de São Paulo”, define o curador da mostra.

Com essa exposição, o museu pretende se abrir a novos formatos de contato com o público bem como espaço de incentivo ao trabalho de novos artistas: “O Museu de Arte Sacra que habitualmente exibe obras centenárias de seu próprio acervo e de coleções particulares, que já proporcionou ao público a possibilidade de admirar obras da fase sacra de artistas modernos como Anita Malfati e Brecheret, também dá espaço para artistas ainda vivos que produzem arte sacra. Por essa razão, julgamos importante propiciar a exposição de obras de Wandecok Cavalcanti, que nos apresenta sua visão da Trajetória de Jesus de Nazaré”, esclarece José Carlos Marçal de Barros, diretor executivo do MAS/SP.

Wandecok Cavalcanti de Almeida
Natural de Caruaru, é autodidata e com facilidade de absorver fotograficamente as figuras por ele estudadas nas igrejas e museus dos Estados de Pernambuco e Bahia, começou a trabalhar com argila em 1978 na cidade de Tracunhaém-Pernambuco, onde desenvolveu uma forma simples de produzir suas esculturas sacras Barrocas. Muito museus, tanto do Brasil como do exterior tem suas obras nos acervos. Desde 1981, participa de diversas exposições nacionais e latino-americanas em galerias particulares e espaços públicos entre eles: a Galeria da Fundação Joaquim Nabuco -Pernambuco; a Galeria Fly time – Campo Grande Mato Grosso do Sul; no Congresso Nacional – Brasília: em 1992 e 1993; Salão Negro; Galeria do Senado Federal. Wandecok possui reconhecimento nacional dentro da área escultórica artística Barroca, em cerâmica e em bronze, pinturas com temas primitivos do cotidiano popular. Além de produzir obras que estão em galerias e coleções particulares, dedica-se a ministrar cursos, palestras e workshops em todo o País. Atualmente dá workshops e cursos de escultura no Museu de Arte Sacra de São Paulo.

Exposição: A Trajetória de Jesus de Nazaré sob o olhar de Wandecok Cavalcanti
Artista: Wandecok Cavalcanti
Curadoria: Jorge Brandão
Abertura: 21 de maio de 2016, sábado, às 11h
Período: 22 de maio a 31 de julho de 2016
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo – www.museuartesacra.org.br
Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo
Tel.: (11) 3326.3336 – agendamento de visitas monitoradas
Horário:Terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábado e domingo, das 10h às 18h
Segunda fechado
Ingresso: R$ 6,00 (estudantes pagam meia entrada); Grátis aos sábados. Isentos: idosos acima de 60 anos, crianças até 7 anos, professores da rede pública (com identificação) e até 4 acompanhantes
Número de obras: 38
Dimensões: variadas
Técnica: Terracota e argila

Fonte: Secretaria da Cultura