Museu do Café comemora o “Dia do Corretor de Café” com exposição virtual

A mostra “Memórias da Praça – Corretores de Café em Santos” vai ao ar no dia 14 julho e disponibiliza imagens e depoimentos de corretores de café

Há 99 anos, no dia 14 de julho de 1914, foi assinada uma lei que constituía a Bolsa Oficial de Café de Santos e que tornava obrigatória a presença de um corretor oficial para intermediar as negociações do café. A participação dos corretores para a realização dos negócios na época era fundamental, pois sabiam as cotações diárias e a situação do mercado na Praça antes das divulgações oficiais. Devido a essa importância histórica da profissão para a Cidade, o Prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, através de um projeto de lei do vereador Marcelo Del Bosco, instituiu no Calendário Oficial do Município o “Dia do Corretor de Café”, a ser comemorado anualmente, em 14 de julho. Para marcar a data, o Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, lança no próximo dia 14, a exposição virtual “Memórias da Praça – Corretores de Café em Santos”.

A exposição é uma extroversão do projeto de pesquisa “Memórias do Comércio de Café em Santos”, realizado pelo Museu do Café desde 2011. Por meio de entrevistas realizadas neste projeto e fotografias que integram o acervo do Museu, a exposição é dividida em sete módulos que contemplam as histórias das ruas, escritórios, profissões, pregões e da Bolsa Oficial de Café. A abertura da mostra contextualiza a “Praça de Santos” como centro do comércio de café, local marcado por grande concentração de pessoas ligadas ao mercado, como os próprios corretores, que passavam pelas ruas Frei Gaspar e XV de Novembro em busca de informações ou para realização de negócios.

É possível ouvir depoimentos de corretores de café que atuam na “Praça de Santos” desde a década de 1940 até hoje, complementados por textos e imagens. O dia a dia dos escritórios de corretagem, a classificação e negociação do café, são narrados pelos principais profissionais da área com riqueza de detalhes que contextualizam as transformações do trabalho no decorrer dos anos. A exposição discorre também sobre o funcionamento da Bolsa Oficial de Café e como eram realizados os pregões e as cotações diárias de compra e venda de grão.

A exposição virtual “Memórias da Praça – Corretores de Café em Santos” vai ao ar no próximo dia 14 de julho e poderá ser visitada no site www.museudocafe.org.br. O Museu do Café fica localizado à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Entrada gratuita aos domingos durante o ano todo e, em comemoração à Semana de Museus, entrada gratuita também aos sábados durante todo o mês de maio. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.