Museu de História Natural de Itapira reabre com a exposição Coleções de história natural na conservação de vertebrados

A reabertura do Museu de História Natural “Hortêncio Pereira da Silva Júnior”, de Itapira (SP), reabriu para visitação pública com uma nova exposição de curta duração que explica as técnicas de conservação de coleções de vertebrados, mostrando a importância dessas coleções para a preservação da natureza.

Coleções de História Natural são tão antigas quanto a exploração dos recursos naturais. A curiosidade sobre as incontáveis formas da Natureza impeliu o ser humano a extrair dela testemunhos para estudá-los e relacioná-los a outros objetos: identificando, classificando e reconstruindo a sua história segundo as leis naturais. Hoje, quando o sustento de mais de sete bilhões de seres humanos compromete a manutenção da Biodiversidade, a sociedade está se dando conta de que os recursos naturais não são ilimitados e criados para o desfrute humano.

A crise atual que afeta espécies e habitats naturais confere aos museus de História Natural grande responsabilidade: é preciso conhecer a Biodiversidade para poder preservá-la. Em seus armários e estantes, essas instituições abrigam registros preciosos que servem de base para a construção desse conhecimento. A Biodiversidade, muito além de seu valor intrínseco e econômico-utilitário, tem inegável importância simbólica para a humanidade: inspira culturas, comportamentos, valores éticos e estéticos. Preservá-la significa também garantir a diversidade cultural em um planeta de múltiplas paisagens.

A exposição fica aberta para visitação até 30 de abril de 2021. O Museu fica na Rua Rui Barbosa, s/n, Parque Juca Mulato, Centro, Itapira. Mais informações no site museusitapira.com.br ou  pelo telefone (19) 3843 4317.

Fonte: Museu de História Natural de Itapira